(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Sou Livre...


Sou livre, o meu coração comprometido.
Já o teu está comprometido, mas pensa que está livre. Mas não está!
O teu coração está numa prisão e mesmo querendo estar livre para mim, está preso por ela, por ti, por vós. Preso num engano é verdade, no entanto isso não muda a realidade.
Por isso fujo de ti, mas o meu coração resgata-te sem minha autorização.
Faço de tudo para me afastar, mas o meu coração não dá permissão 
Vivo nesta luta interior, neste dia-a-dia de ansiedade, nesta fobia de te ter. 
Mas acredita, não sou eu. É ele!
Deito-me na certeza de que vou dormir e só percebo que ele comanda, quando sinto no aconchego da almofada, o correr da lágrima que ainda espera por ti.
Percebo que é saudade, cerro os olhos para poder parar, mas em vão…
Tenho momentos de me sentar, respirar fundo e pensar que estava a sonhar, mas as marcas molhadas na almofada, fazem-me perceber afinal, que este é apenas um sinal, de que por muito que fuja de ti, o meu coração sabe que não te perdi


Susana Bastos
( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)