(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Ser Feliz e Acreditar...




Nos juntámos para ficar
Ambos estávamos a precisar
Sentir de verdade o que é amar
Ser feliz e acreditar

No amor incondicional
Não há escolha pessoal
Mas uma força universal
Que nos comanda e é real

Muitas vezes amamos na vida
Temos até aquela relação sentida
Que no caminho fica retida
Como um estágio ou contrapartida

Mas a que o universo nos destina
Nos manda numa altura divina
Parece até uma vacina
Que no rótulo diz “ se previna”


Num amor assim
O importante é estaremos os dois aqui
E não um aqui outro ali
Mas ser apenas só um sem fim

O amor se tornou permanente...






Quando na vida existe
Alguém que nos conquiste
É porque somente conseguiu
Todo o amor que o amor transmite

No amor tem que haver cumplicidade
Tem que se viver com realidade
Usar sempre a autenticidade
Ser uma grande amizade

Tudo tem que fluir ao natural
Dois corpos se juntarem de forma escultural
Encaixarem é fundamental
Para que tudo seja ideal

Terem o mesmo objectivo na relação
Evita qualquer ralação
Alimenta assim a paixão
Evita solidão e preocupação

Para muitos há o limite
Pelo menos aquilo o que se admite
Mas quando passa o limite aceite
É porque deslizou como o azeite


O amor se tornou permanente
Podem amar fisicamente, ou emocionalmente
O que interessa  verdadeiramente
É que se desejem eternamente

quarta-feira, 9 de novembro de 2011

“Eu te amo”




Acordar assim
Contigo ao pé de mim
Desejar-te assim

Como me desejas a mim
Olhar-te nos olhos com amor 
Sentir no teu corpo este calor 
Este nosso sabor 
Sem qualquer falta ou pudor
É sentir paz de espírito 
Em nada haver conflito 
Nem mesmo na hora do copito 
Ou quando ouvimos o apito
Tentam perturbar 
Ou ainda nos incomodar
Obrigando-te a viajar 
Quando apenas aqui queres ficar
Mas nosso amor é forte
Está longe da sua morte 
Mesmo que uses o passaporte 
Já nada te tira o meu norte
O universo nos juntou 
Aos dois encaminhou 
O passado para trás ficou
No teu presente apenas eu estou
Adoro quando dizes “eu te amo” 
Sentado neste pequeno ramo 
Sempre que sentes que te chamo 
Porque sabes que também “eu te amo”

segunda-feira, 7 de novembro de 2011





Quando o amor é para valer...




Quando o amor é para valer,
Basta todo o nosso querer,
Para afastar qualquer sofrer,
E viver apenas o prazer.
Há pessoas que estão destinadas, 
Por nada podem ser afastadas,
Suas emoções enraizadas,
Suas razões seladas.
Há momentos vividos,
Que só por eles são sentidos,
Estejam na vida vestidos,
Ou simplesmente despidos
O olhar que penetra,
Quando o amor acerta,
É algo que acarreta,
A intensidade correcta.
Tudo encaixa na perfeição,
Seja na hora da refeição,
No sexo ou na conversação,
Tudo é vivido com muita paixão.
Quando o amor é para valer,
Comanda todo o nosso crescer,
Acelera o amadurecer,
Dando-nos a oportunidade de ser.
Mas viver amor com paixão,
Não é viver apenas tesão,
Ou enfrentar a confusão,
Mas sim partilhar de toda a emoção.
Escolher a nossa paisagem,
Para amarmos esta nossa passagem,
É uma escolha de coragem,
No meio desta vida selvagem.

Por: Susana Bastos

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O Amor é uma grande lição...




O amor é uma grande lição
Quando nos testa com provação, esperar sua concretização
Sem por nada em questão

O amor é uma grande lição 
Quando nos deixamos cair em tentação 
Sempre que ouvimos nossa canção, repetimos tudo com a mesma paixão

O amor é uma grande lição
Pois a distância nos faz ter a noção 
Sentir assim a razão, porque estamos naquele coração

O amor é uma grande lição, 
Nossa grande perdição, 
Nos momentos de mais tesão, encaixamos na perfeição

O amor é uma grande lição 
Quando mesmo na discussão 
Conseguimos sentir emoção, responder com o coração

O amor é uma grande lição 
Para todos os que sentem excitação 
Numa conversa sobre a relação, ou sobre planos para a próxima estação

O amor é uma grande lição 
Pois seja qual for a sua paginação 
Interessa mesmo é a imaginação, sentida com ternura e conjugação

O amor é uma grande lição 
Quando existe a perfeita combinação 
Entre o Universo e a sensação, de seremos só um na relação

Ninguém é de ninguém...




Ninguém é de ninguém 
Mas há quem ache porém
Que se consegue ter alguém
Nem que seja seu refém
No amor ou na amizade

Quando o sentimento é de verdade
O importante não a saudade 
Mas a certeza da veracidade
Há quem viva na ilusão 
Que para manter uma relação
Basta não por nada em questão 
E ultrapassada a confusão
Mas o tempo é soberano 
Suga o sentimento até ao tutano
Para provar ao ser humano 
Que não vale a pena viver do engano
Há momentos que às vezes ditam 
Aquilo em que alguns acreditam 
Mesmo sabendo quando meditam 
Que já nada é como premeditam
Querem acreditar que ainda está vivo 
Aquele lugar cativo 
Que até ali podia ser significativo 
Mesmo quando há outro alternativo
Seja no amor, na amizade ou na paixão
Temos que ter sempre a noção 
Que nada está na nossa mão 
Mas dentro de cada coração 


terça-feira, 1 de novembro de 2011

Sempre que o sol brilhar...






Apesar de tudo eu te amo
Por isso o teu nome, chamo
De ti nada, reclamo

Apenas te espero neste ramo
Nossa árvore tem uma grande raiz 
Por isso o Universo nos diz 
Que em nada nos contradiz 
Tudo está lá escrito a giz
Agradeço aos céus por ser amada 
Sei que por isso sou invejada 
O que me deixa alimentada 
Pois prefiro a ser rejeitada
No teu coração permaneço 
Isso ao Universo agradeço 
Este foi o nosso começo 
Por nada no mundo te esqueço
O tempo é algo grandioso 
Esta luta um feito audacioso 
Meu querer é algo delicioso
Como o teu amor é contagioso
Estarei aqui sempre para ti 
Depois de tudo o que senti 
Sei que nada até agora perdi 
Não sairei nunca daqui
Fazes parte do meu universo 
Logo vou esperar teu regresso 
Pois além de difícil processo 
Não me assusta esse retrocesso
Quando as pessoas estão destinadas
São como algumas granadas 
Parecem estar enterradas 
Até ao dia de serem lançadas
Nada no mundo nos pode separar 
Um dia não namorar 
Pois conjugaremos a palavra amar 
Juntos, sempre que o sol brilhar