(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 31 de outubro de 2011

Amar Não É Pecado - Luan Santana


 

Eu não sei de onde vem,
Essa força que me leva pra você,
Eu só sei que faz bem…

Mas confesso que no fundo eu duvidei
Tive medo e em segredo,
Guardei o sentimento e me sufoquei.

Mas agora é a hora,
Eu vou gritar pra todo mundo de uma vez,
Eu tô apaixonado,
Eu tô contando tudo, 
E não tô nem ligando pro que vão dizer…

Amar não é pecado,
E se eu tiver errado,
Que se dane o mundo,
Eu só quero você…

Eu tô apaixonado,
Eu tô contando tudo, 
E não tô nem ligando pro que vão dizer.

Amar não é pecado,
E se eu tiver errado, 
Que se dane o mundo.
Eu só quero você…





TE AMO...

Complicómetro...




Tanta coisa na vida é inexplicável
Mesmo quando tudo parece impecável
Eu diria inigualável
 Pois nada por nós é controlável
Muitas vezes entramos nas situações 
Sem querer ou perceber as razões 
Entramos apenas com as emoções 
Mandadas pelos nos nossos corações
Somos todos seres humanos
E muitas vezes erramos 
Quando apenas conquistamos 
Ou simplesmente quando amamos
Na vida nada vem sem sofrimento 
Nem mesmo o contentamento 
Especialmente o do sentimento
Tenha ele muito ou pouco condimento
Somos milhares neste mundo 
A sentir o amor profundo 
Para alguns é vagabundo 
Para outros, moribundo
Para muitos resiste ao tempo
Seja qual for o contratempo 
É sentido como entretempo 
Pois não o vêem como um passatempo
No amor sofre sempre alguém 
Pois os sentimentos não ficam aquém 
Nos corações de ninguém 
Mesmo quem o sente com desdém
O amor podia medir-se com um termómetro
Ou bastar apenas um barómetro 
Mas em vez disso todos usamos 
O bem dito do complicómetro

Pra Você ...Paula Fernandes


 



domingo, 30 de outubro de 2011

Deus é que manda...




Nada como o nosso ninho
Local cheio de carinho
Contigo em tudo alinho
Mesmo quando fazes beicinho
Há momentos que temos que nos afastar
Para todos podermos pensar 
O tempo deixar passar 
Até o nosso dia chegar

Não te preocupes meu amor 
Tudo um dia se vai recompor 
Quando as coisas, tem valor 
Fica sempre o seu sabor

Quando o sentimento é puro 
Tudo pode ser muito duro 
Com o tempo ficará maduro 
Desaparecerá este apuro

Há pessoas que vivem na ilusão 
Que tem um amor são 
Prendem um coração 
Que está ali em vão

Na medida, do possível 
Por muito que tudo seja incrível 
Há sempre algo de terrível 
Que faz tudo ser imprevisível

Ser ou não ser feliz 
É sempre algo que nos contradiz 
Com mais ou menos cariz 
Importa é o que o interior nos diz

Há quem viva de aparências 
Para esconder suas carências 
Sem conseguir ver as evidências 
Nem ligar as advertências
O Universo comanda 
Pois a vida não é o canal Panda 
Seja aqui ou em Luanda 
O que é nosso Deus é que manda

quinta-feira, 27 de outubro de 2011

És de Valor...




Nesta tarde de agonia
Só sei o quanto te queria
Mas de ti nada sabia
Muito menos o que ai acontecia

Onde tens que ser imparável, 
Para que tudo possa ficar estável
 
Sem saber como se controlam
Pela minha face rolam 
Lágrimas que me devoram 
Neste olhos que tanto choram

Aguardo as tuas noticias 
Enquanto anseio as tuas carícias 
Mas não é fácil a espera 
Pois com ela se desespera 
Por ela muitas vezes se erra 
Consequências desta atmosfera

Não há nada como confiar 
O pensamento anestesiar 
Estar aqui para te apoiar 
Para depois te acariciar

És uma pessoa de valor 
Que à minha vida traz calor
Ao meu coração grande furor 
Mas acima de tudo muito Amor

Grande Lição...






Quando te dizes apaixonado
Nos meus olhos focado
Parece até que ficas corado
De desejo de seres tocado

Quando dizes que me amas 
Adoro tudo o que me chamas 
Esse teu jeito meigo e selvagem 
Faz de mim, mulher coragem 
Para enfrentar qualquer paisagem 
Mesmo que seja uma miragem

É nos momentos de intensidade
Que vivemos cheios de verdade
Onde matamos a nossa saudade
Provamos a nossa cumplicidade

Fazem tudo para nos separar
Mas nós sabemos esperar 
A hora exacta de avançar 
Nosso amor ao mundo mostrar
Essa tua vida dura 
Quer uma pessoa madura, 
Que te dê muita ternura 
Uma grande dose de loucura
É preciso não desesperar 
O pensamento aguentar 
A vontade alimentar 
Para feliz poder ficar

Saber lidar com a emoção 
Quando tudo que está em questão 
É uma grande lição

Para se ser feliz na paixão

Se olharmos bem em redor...





Quando na imensidão do tempo
 A vida deixa de fazer sentido porque se fechou uma porta
 Em redor há sempre uma janela
 Pode parecer inatingível
Mas se olharmos bem em redor à sempre um banquinho 
 Que parecia não ter utilidade
Mas que pode fazer alcançar 
Nosso desejo ou objectivo.
E nos fazer ganhar
 É na diferença entre o tentar até atingir
 E o desistir
Que está realmente
 O alguém especial
 Ou o ser indispensável


O resumo da nossa paixão…




Tu e eu, um só
Entrelaçados damos o nó
Amamos sem dó

Parecemos até partículas de pó

Juntos tudo pára 
O que fazemos é coisa rara 
És a cereja no topo do meu amor
Ao meu corpo trazes calor 
.
Fascina-me a tua pureza 
No teu interior a tua beleza 
Tua insegurança e tua fraqueza 
Serão meu maior desafio, tenho a certeza

Juntos, em comunhão 
Vivemos tudo com emoção
Há momentos que não se explicam 
Acima de tudo nos dignificam.

Este nosso querer, 
É amor no nosso ser  
Momentos de puro prazer
Afasta todo o sofrer

O significado da nossa canção 
Chama-nos sempre à razão 
Interpretação do nosso coração 
O resumo da nossa paixão

domingo, 16 de outubro de 2011

Cumplicidades...




Em paz, feliz e preenchida
Sei que sou tua princesa
Tua querida
Que gostas de me deixar rendida

Quando na pista dançamos 
Na melodia encaixamos 
Nossos corpos partilhamos 
E, tanto nos amamos

É um amor sem explicação
Vem de dentro do coração
Faz perder na emoção
Vivermos na mesma canção

Horas a fio de conversa 
Onde a razão se dispersa
Não existe controvérsia
Só palavra diversa

Encontrámos cumplicidade 
Sentida com muita verdade 
Onde reina a nossa vontade 
Nada se deixa pela metade

Partilhamos nosso querer 
Sem às vezes saber 
Que nossa essência está a encher 
Para que possamos escolher

No outro dia alguém dizia 
Que a felicidade merecia 
Sem saber o que seria 
Pois tinha medo do que sentia

Na vida e na equação
Temos que saber pensar na razão 
Mas em especial  no coração 
Porque não há nada como a paixão

Carta Fechada...




Entraste de rompante
Foste grande participante
Entregaste-te de forma galopante

Diria mesmo que foste brilhante

Com palavras expressaste 
Sentimento espalhaste 
No momento em que me beijaste 
Em mim entraste

Como algo do outro mundo
Este é sentimento profundo
Vivido a cada segundo 
Bateu mesmo no fundo

Um dia de cada vez  
Este sentimento rompemos
Por isso tanto nos queremos 
E ao longe sofremos

Excesso de mel foi o que senti 
Muito contigo me ri 
Conheço-te bem quando estás aqui 
Mas também o que és ai

Sei que quando choras é sentido 
Quase sempre divertido 
Sei que és amigo 
 Serás sempre um ser querido

Um livro todos conseguem ler
Na história permanecer 
Se for com muito querer
Nunca nos vamos perder 
 
Somos uma carta fechada 
Onde não se vive de fachada 
O sentimento parece facada 
Permanece de forma apaixonada


domingo, 2 de outubro de 2011

Um Anjo Caído do Céu...




Quando do céu cai um anjo maravilhoso
Nos momentos em que estás ansioso
Só pode ser um anjo afectuoso

Ou simplesmente amoroso
Mesmo sem o ver
Sem sequer o conhecer
Podes mesmo assim perceber
Que o sentiste aparecer
Quando o amor ao próximo não é banal
Quando o amor é incondicional
O ser humano tem algo de fenomenal 
Se torna um ser Divinal

Anjos cheios de coragem
Quando entram na tua paisagem
Fazem a sua abordagem 
Deixam uma lição de aprendizagem 
Seres humanos de uma beleza interior 
Se tornam anjos de nível superior 
Mostrando o que há por ai de inferior
Que só vivem para provocar dor 

Temos desejo de os cumprimentar
Na nossa vida os deixar entrar
Um grande carinho lhes dar
Ir ao seu encontro para os acarinhar
Aparecem na contraluz 
Na nossa vida fazem truz truz
Em nada são como a avestruz 
São apenas seres de luz


Por: Susana Bastos