(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Milhentas Janelas....



Abrem-se milhentas janelas por dia e as abordagens são das mais diversas.
Atenciosas, atrevidas, sentidas, maliciosas, divertidas, curiosas e ainda as saudosas.
Mas nem sempre dessas milhentas janelas, se abrem aquelas que tanto esperamos, ansiamos,  e desejamos. Janelas que temos a certeza, que nos fazem passar momentos diferentes, momentos inigualáveis, de qualidade, momentos inesquecíveis.
Porque no meio de milhentas janelas, existe aquilo que todos sabem e ninguém entende porquê?
Energias poderosas que comandam as relações, as ligações e a química entre os seres.
E não é porque a foto é isto ou é aquilo, que publicou isto ou aquilo. Isso são apenas complementos
de identificação, que nos completam ou não.
Porque a certeza sentida, do parar aqui e ali. A certeza sentida de que vale a pena comunicar e interagir, com diversas pessoas diferentes umas das outras, tem a ver com a Energia.
Tem a ver com algo mais forte que todos nós, algo que nenhum de nós sabe explicar, mas que todos usamos da mesma forma e é por ai que cada um faz as suas escolhas. Pela energia. Ou pelo menos devia fazer. Certas ou erradas não interessa, apenas interessa sentir que é ali que queremos parar.
Porque aqui, não existe o fisicamente gosto ou não gosto. Não existe olhar, toque, voz.
Apenas existe, o virtual, reflectido por palavras. Palavras que deixam fluir ou não energias e cumplicidades, mesmo quando as pessoas não dizem apenas verdades.
As Energias passam a fluir... 
E de forma muito intensa nos deixamos ir, mesmo quando devíamos fugir. Dai ser preciso muita atenção a quem é aldrabão, atenção a quem não navega com boa intensão, mas de certa forma a sua energia nos puxa por alguma razão.
Mas quando é sincero, de dentro para fora, vale a pena apostar, viver e amar...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)