(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Sei que te perdi meu amigo....




Perdi um amigo. Não que tenha morrido, mas ele não me pode ter mais como amiga. Ciúmes de alguém inseguro, frustrado e que não sabe o que é ter uma amizade de verdade.  
É muito triste saber que um amigo não pode mais estar contigo, que não pode ter mais nenhum sentimento por ti, porque alguém vive de medos infundados, o que ainda dói mais.
Sei que te perdi, porque quiseste fazer a vontade a terceiros, que apenas e somente invejavam tudo o que tínhamos. Não imaginas a falta que me fazes.
Dói muito dentro de mim, a ausência, o silêncio, a indiferença. São buracos que corroiem por dentro.
Quantas, mensagens trocámos. Quantas, mensagens de apoio, eu te escrevi. Eu a ti e tu a mim!
Peço ao universo todos os dias para te trazer de volta, tenho muita esperança que isso aconteça.
Sinto falta de ouvir-te chamar-me linda. Sinto falta de te chamar fofinho, de rir contigo, dos teus conselhos sábios, das tuas histórias malucas.
Não poderei chamar-te mais de meu anjo, Mas, serás sempre o meu anjo, o meu melhor amigo.
É difícil aceitar a nossa separação, mas respeito a tua decisão,
Apesar de continuar a pensar em ti e quase ter vontade de dizer umas verdades a quem não te merece.

Sim! Porque não te merece mesmo! 
Porque amar, não é prender, é libertar, confiar, acreditar. E nunca obrigar o outro, seja ao que for.
Vou continuar a adorar-te, a admirar-te, Vou continuar a sentir o vazio da tua ausência.
Sei que por agora te perdi...
Mas serei sempre a mesma e estarei sempre aqui, para ti...




Susana Bastos

( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)