(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 26 de abril de 2011

Oitenta por Cento...




Conhecer alguém, oitenta por cento
É de facto um feito
Quando hoje em dia
Não se conhece ninguém
Há cumplicidades que não se explicam
Há saberes que se simplificam
Mas também há momentos que se complicam
Quando as intuições se dignificam 
É tão bom conhecer alguém 
Como de bom tem
Saber que nos conhece também
Existem amores que nada contam 
Outros que contam tudo 
Existem paixões que nunca se encontram 
Outras que se encontram em tudo 
Assim como há pessoas que não se encaixam 
Há pessoas que encaixam na perfeição
E isso absorve-lhes o coração
Coloca-os entre a razão

E o querer da emoção
O importante nesta vida
É saber que quando é sentida
É porque nela existe 
Toda uma energia cedida

Sem comentários:

Enviar um comentário