(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Muita Luz para ti meu querido, com muita muita saudade...






Tanta coisa te podia escrever neste momento, para caracterizar a pessoa magnifica e fenomenal que sempre foste, que vais continuar a ser no meu coração, no coração de todos que te amam e adoram. 
Mas neste momento a tristeza e a saudade secaram as minhas palavras para definir o que sinto por te ver partir...

Um beijo do tamanho do Universo para ti meu amigo, e que a tua próxima missão, seja tão marcante e especial, como a que cumpriste cá. 

Mereceste cada momento de felicidade que viveste, nesta tua passagem por esta vida.

Amei partilhar contigo ao longo de tantos anos de amizade que nos une, alguns desses momentos.

Muita Luz para ti meu querido, com muita muita saudade... 




P5 - Não vale a pena te enganares...








Vale a pena viver, acreditar e amar.





Apesar de termos caminhos diferentes prometemos encontrar-nos no final e isso é fundamental para manter a chama que dentro de nós reclama, a chegada desse dia.
Vale a pena viver todos os ferimentos que isso pode acarretar.
Vale a pena viver, acreditar e amar.


Vale a pena amar, quando encontramos a pessoa que nos faz acreditar nisso todos os dias e que mesmo ausente tem sempre um jeito de se fazer presente, de nos fazer saber que estamos presente na sua mente e em todo o amor que sente.


Porque nós acreditamos no amor até que a morte nos separe, depois de a vida nos juntar e isso é o que nos continua a alimentar.

Naquele dia a vida virou-nos do avesso e percebemos que o avesso é o lado certo onde queremos estar, mesmo que por agora no avesso não possamos ficar.

A tua ausência faz silêncio em todo o meu mundo e o meu silêncio faz muito barulho no teu.
Mesmo assim sabemos que até o silêncio entre nós é uma constante mensagem.



In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Uma mulher prevenida


Uma mulher prevenida vale por duas, pensa positivo a dobrar, evita o que lhe faz mal a triplicar e é muito mais capaz de se amar...

Susana Bastos 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Meu Cantinho de Paraíso à Beira Mar...



Alentejo com a sua tranquilidade e serenidade é sempre um bálsamo para mim.
É amor, é paixão que me aquece o coração.
É um sol que me ilumina e carrega baterias...
São pessoas fantásticas que nos tocam pela humildade e simplicidade com quem gosto de partilhar tudo.
Seja em trabalho, passeio ou de férias.
Seja na estrada no campo, ou na praia cada lugar seu, enche-me a alma, preenche-me o coração.
É como um bom beijo, deixa sempre desejo de quero mais.
Desejo de lá voltar o quanto antes.
Desejo de ter, de repetir momentos.
Desejo de Ser...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Para além do Infinito...


Nada na vida é por acaso e os sinais que chegam nunca vem por vir, mas para nos fazer questionar o porquê do nosso existir. Ninguém se encontra nesta vida, só porque tinha que se encontrar, ninguém experiência relações de família, amigos, amores, só por que sim, nem é só porque sim que tudo na vida tem um princípio, um meio e um fim.
Tudo acontece com um propósito e tem o seu prazo de validade, mesmo que cada Ser não queira ver a realidade. Ela é assim...!
Não vale a pena querer desistir de sentimentos que se estão a sentir, só porque a razão tem que prevalecer sobre a emoção. Não vale a pena permanecer numa relação quando já não há sentimento com emoção. É puro engano de cada Ser. pensar demais na razão, enquanto deixa fugir a emoção ou acha que pode comandar e apagar o que está a sentir.
Mas não pode!
Pode fugir, viajar para bem longe, ou silenciar-se para sempre, mas jamais consegue esconder de si mesmo o que sente, mesmo em negação ...
Não vale a pena!
Não vale a pena porque só está a chamar a infelicidade e a dos que estão à volta.
Não se consegue afastar da mente, o que o coração sente e a alma não desmente.
O que o Ser tem que sentir, está escrito para além do Infinito...
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Pior ...



Pior que ter uma atitude, é não ter atitude nenhuma. 
Pior que ter uma má atitude, é não compreender que se tem essa atitude. 
Pior que fazer mal alguém , é achar que não se faz nada. 
Pior que mentir, é omitir para não dizer o que de verdade se está a sentir. 
Pior que dizer estou aqui isto é assim, é ausentar para não falar. 
Mas pior de tudo é enganar-se a si mesmo, antes de enganar os outros... 

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)



(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Como eu te entendo...



Como eu te entendo, e quando não te entendo eu te respeito porque te amo. 
Sempre te fui fiel, simplesmente porque te amo. 
Aliás nem foi a ti que fui fiel, mas sim ao que sinto por ti. 
Este sentimento forte que invade a minh'alma sem pedir licença , que preenche o meu coração cheio desta imensa paixão , que penetra o meu corpo com um simples beijo e me deixa no desejo da saudade. Este sentimento que na verdade não me deixa ter outro alguém, muito menos ser de mais ninguém...
Amo-te quando te tenho, tal como te amo quando nao te posso ter. O que importa à minh'alma é sentir o teu querer, dentro desse teu ser. O que importa ao meu coração é sentir no teu beijo tamanha emoção. O que importa ao meu corpo é o arrepio que o teu toque provoca quando o sufoca de amor. E mesmo nos momentos de dor trazidos pela saudade, eu sei que me amas de verdade e que jamais é em vão, tudo o que é trazido por esta nossa paixão...
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Tanto barulho em silêncio...




Quebraste o meu silêncio, quebrei o teu e fazemos tanto barulho em silêncio. 
Amamos-nos como já ninguém ama e enroscados fomos sempre só um. 
Tão puro, tão autêntico, tão sincero, mas hoje de ti acho que mais nada espero, que já não posso ter o que quero. Regressaste ao teu silêncio, tenho que regressar ao meu. 
Disseste nunca me deixar fugir de ti, mas afinal foste tu que te ausentaste de mim, que retomaste ao teu silêncio.
Dizes que me amas como nunca amaste ninguém, que não sabes ser feliz com outro alguém, mas a verdade é que não vens e já nem fazes barulho suficiente que me mostre que não te saio da mente.
Esperas que adivinhe?
Esperas que não desistas de ti?
Como me podes querer ter, se te fechas no teu sofrer e nada fazes para me manter...
Dizes que ainda me amas. Mas ninguém diria que ainda sentes o que antes sentias.
Se te amo? Mais que nunca, mas mais não posso fazer, se não me voltares a mostrar o teu querer.
Resta-me encontrar de novo o meu silêncio, como pareces ter encontrado o teu.
E neste barulho ensurdecedor quando nossos olhares se encontram, eu sinto a minha dor, o meu amor ou pior, eu sinto a tua dor, tal como sinto o teu amor.
E tu sentes?

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

És o único...







Tu és o único ontem, que eu quero hoje, que pertença ao meu amanhã... 





Susana Bastos
( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)
Janeiro 2015
(Reservado todos os direitos de autor)

Desilusão é quando as pessoas dizem que são o que no fundo não são, apenas porque vivem sem saber o que de facto querem ser ou o que da sua própria vida querem fazer, abdicando assim do seu mais puro ser, pondo fim ao amor por si. 
Desilusão é quando as pessoas querem ter, sem saber o que escolher, por terem medo de ser o que na realidade são.Quando sentem receio de nos outros provocar magoa e
 desilusão se resolverem ser como são. Se se derem ao direito de serem felizes.
Por isso continuam na ilusão que para ser feliz basta seguir a razão e abandonar o que sente o coração...
É este o estado que provoca vazio e frustração, agonia e desarmonia, dor e solidão, a pessoas que vivem por obrigação, ouvido somente a crença e a razão, ignorando o que dita o coração.
Desilusão é, foi e será sempre fruto da expectativa criada pela ilusão de que não se nasceu para se ser feliz, mas sim para abdicar do que se está a querer ou sempre se quis, em prol de uma mentira piedosa, para se aparentar de forma airosa uma situação severamente duvidosa, que é continuar num emprego ou em qualquer relação simplesmente por obrigação, sem qualquer sentimento de amor ou paixão...

Susana Bastos
Janeiro/2016 


Que este seja o primeiro dia de um ano, onde cada um consiga manter o seu pensamento positivo, mesmo nos momentos mais difíceis... 
Só o pensamento positivo tem a energia necessária para enfrentar as armadilhas da vida, dando a cada um a força que precisa e existe dentro de si mesmo. .. 
Só o pensamento positivo emite a frequência vibratória correcta para se colher o que se deseja. 
Cada pensamento é consciente ou inconscientemente um pedido, um desejo seu, que lhe será enviado à semelhança do que pensou.
ATENÇÃO à sua sementeira de pensamentos, não semeie o que não quer colher...
O sua mente é um sítio onde existe total liberdade de pensamentos . Onde o seu livre árbitro lhe permite escolher o que quer pensar, o que quer ser.
Um pensamento gere um sentimento, que por sua vez gere um comportamento...
Quando se fala, quando se sente, quando se aje , já se pensou...
Como saber quando se está a ter pensamentos errados?
Quando se sente mau-estar, tristeza, angústia, ansiedade, magoa, etc.
Esta é a hora de se responsabilizar a si pelos seus pensamentos e mudá-los... E não procurar responsabilidades no que vem de fora, seja o que for que lhe esteja a acontecer. Pois nada que vem de fora pode ter mais força e importância que o que vem de dentro de si, de dentro do que cada um decide pensar.
Nada nem ninguém tem esse poder a não ser quando o próprio lhe dá essa oportunidade.
ATENÇÃO aos seus pensamentos...!
Susana Bastos - Autora

Num momento fugaz muda o ano e nos é dado um novo livro em branco para escrever a história que nossas escolhas determinarem. Cabe a cada um saber o que o faz feliz acima de qualquer felicidade alheia e escolher o que a sua alma deseja e o seu coração está a querer, só assim irá ao encontro da sua essência, da vontade divina... Contrariar essa vontade traz angústia, vazio, dor, quando tudo o que o Universo deseja é que se viva somente de amor. O resto? O resto é ego.... São medos, crenças, moralismos e ideias pré-concebidas ditadas por uma sociedade hipócrita e infeliz...
Olhemos o livro escrito por nós no ano velho e sem medo do nosso ego, analisemos o que escrevemos nele e o quanto isso nos fez feliz ou infeliz.... Só uma auto análise em consciência pode mudar ou não as nossas novas escolhas... Desejo-lhe para 2016 um ano cheio de tudo o que merece e que vá ao encontro da sua essência e vontade divina...
Feliz Ano Novo...
Muita Luz...
Susana Bastos

Eu deixo que pensem, falem, achem e especulem o que cada um entender.
Se há algo que aprendi com a vida, é que eu nunca vou agradar a toda à gente, nem tenho pretensões de o fazer. 
O importante mesmo é eu conseguir estar em paz comigo mesma. 
Isso para mim é mais que suficiente...!!!

Susana Bastos 
Autora

A minha religião é o Amor e sinto-me cada dia mais apaixonada pela vida. 
Sonho viver num mundo melhor, de união, onde cada dia mais a sociedade compreenda a ligação entre todos os seres. 
Uma sociedade que tenha consciência que tudo se completa e está interligado entre si. 
Busco cada dia mais sabedoria interior, conectando-me com o Universo, essa força superior, essa energia universal que nos guia, que nos comanda e a quem cada um com a sua fé atribui o nome que lhe quer dar, seja (Deus, Buda, Alá, etc...).
Para mim é simplesmente Universo… Pois o mais importante é que a alma esteja calma e se viva com amor no coração e paz de espírito.
Busco em cada dia, qual o sentido da vida e não tenho a menor dúvida de que a separação que existe entre os seres, deve-se às limitações da mente de cada um, movidas por crenças, preconceitos e ideias pré-concebidas, muitas delas já ultrapassadas para quem vive em pleno século XXI. No fundo são limitações ilusórias e destroem o ser humano e o planeta onde habitam.
Somos o que pensamos, aliás somos o que nos permitimos pensar, pois somos totalmente livres de pensar o que quisermos e são precisamente os nossos pensamentos que comandam o que sentimos, a forma como agimos.
Um pensamento gere um sentimento e um sentimento gere um comportamento.
A mudança começa na mente, é ela que determina como o ser humano se sente.
Uma mudança nunca é fácil, mas é simples, quando se aprende as ferramentas necessárias para caminhar por esse caminho.
Basta querer…! Querer de verdade, sem vitimização e desamor pessoal.
Mudar é um processo de dentro para fora, cheio de retrocessos ao longo da vida, mas que nos faz alcançar mais amor-próprio, mais auto confiança, uma auto-estima mais elevada e mais amor ao próximo.
É um processo diário de desenvolvimento e crescimento pessoal, que nunca acaba, porque todos os dias se aprende, a aprender a lidar cada vez com mais facilidade, com as armadilhas, obstáculos e adversidades que a vida coloca.
Meditar por exemplo, acalma o ruído das nossas mentes e permite-nos atingir um estado mais elevado de consciência. Meditar não é pensar, é parar a mente e ir ao encontro do nosso “Eu”.
E Reiki? Reiki é amor incondicional. É uma energia de cura inteligente…
Como Reikiana, Terapeuta, Mestre de Reiki e Orientadora de Meditação, espero poder continuar a contribuir de um modo cada dia mais activo, na formação de novos Reikianos, para que cada vez mais crianças e adultos de hoje possam formar uma sociedade de futuro, com mais qualidade de vida e de pensamentos, para que cada Ser entenda que só o Amor cura, trás momentos de felicidade e paz de espirito…

Susana Bastos
Janeiro de 2016
Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Estamos contigo...

Zé, queremos muito ver-te recuperar 
Ver-te rapidamente voltar
Pois temos a certeza
Que não nos vais deixar 
Nesta saudade, nesta tristeza…
Vais recuperar
Pois tens uma nova personagem para acabar
Muitas palavras para escrever,
Muitos amigos a te querer
Muita vida pela frente 
Muitos projectos em mente.
Estamos todos aqui
À espera de ti
Para te voltar a abraçar
Para contigo podermos rir até chorar
Pelo menos eu falo por mim
Com todo o carinho que sinto por ti
Estou e vou estar sempre aqui…
À espera para te oferecer
A melancia que te prometi.
Moras dentro de muitos corações
Mexes com muita gente, 
Com muitas emoções
És um ser muito especial
Um actor fenomenal
Um escritor cheio de alma
Mas mais que tudo
És um amigo fundamental…

Cheia de esperança e optimista
 — a sentir-se triste.


Cavalo Selvagem...




Cavalo selvagem
De jeito indomável
Vagueia pela paisagem
Rumo ao seu destino
Com esse jeito lindo
De quem mata para não morrer
De quem quer ficar
Mas não pode permanecer
De quem não quer magoar
Mas semeia o sofrer
Mesmo sem querer

Cavalo selvagem
De jeito indomável
Passa de passagem
Umas vezes a trote
Outras a galope
Sem nunca poder parar
Sem nunca poder ficar
Pois jamais
Este cavalo selvagem
Pode ser feliz
Se se deixar domar
Por quem o possa magoar
Por não entender o seu ser
Por não entender de verdade
O seu sentido de liberdade
O seu jeito de vaguear
Sua forma de amar

Cavalo Selvagem
Na sua mais pura natureza
Com toda a certeza
Não tem maldade nenhuma
Mas a nenhuma prisão se acostuma
Pois quem o quiser domar
Terá que o aceitar
Mesmo antes de o amar…

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)



É amor, não te parece?



Dias especiais na vida acontecem
Pessoas fenomenais na vida aparecem
Trazem momentos únicos
Momentos, cheio de verdade
Trazem felicidade
Um acreditar de como é bom amar
É por isso que no amor
Devemos sempre alimentar
Sem nunca duvidar
Que a paixão é para durar...

Se há química
E a física acontece
Se o sentimento permanece
É amor, não te parece?

Então resta viver
Nunca deixar de querer
Tudo fazer
Para juntos permanecer
Pois para ser feliz basta ouvir o coração
Os sinais da intuição
E amar com paixão...

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Difícil é saber amar...


É fácil ter
Difícil é ser

É fácil pensar negativo
Difícil é pensar positivo

É fácil estar triste
Difícil é ser alegre

É fácil pensar
Difícil é saber emocionar

É fácil falar
Difícil é saber agir

É fácil fazer chorar
Difícil é fazer rir

É fácil seduzir
Difícil é saber manter

É fácil dizer amo-te
Difícil é saber amar

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Depois de ti...



Já se foi a lua, estou apenas eu aqui toda nua, com o vidro entre mim e a rua, sem saber se me visto ou me volto a deitar, sem saber se durmo, se vou trabalhar.
Hesito sem saber o que fazer e neste hesitar, decido que me vou deitar para contigo poder sonhar.
Enquanto lá fora a chuva cai, eu vou ficar aqui a sonhar, a pensar no teu existir, no nosso sentir.
Não quero parar de pensar, nem quero deste nosso sonho acordar, muito menos quero para a rua voltar.
Olho pela janela e ainda sinto o teu cheiro, o teu jeito de me tocar, o teu olhar, o teu beijo cheio de desejo como no primeiro dia. Ainda te sinto dentro de mim, com tudo o que há em ti.
Antes de ti, já só duvidava do amor, daquela paixão que cresce a cada dia, que nos deixa o coração a transbordar de alegria.
Mas depois de ti...
Ai…! Depois de ti, todo o meu corpo estremece e sorri, desejando cada dia mais de nós, na certeza que os que nos une é muito maior do que nos separa, na certeza de que nosso amor é beleza cheia de pureza.
Preenches-me... Transbordas-me....
Fazes-me falta quando não estás aqui, quando te vejo ir com tanta vontade de ficar, com tanto desejo de me amar.
Por isso decidi ficar aqui mesmo acordada, quero continuar a pensar, como era bom ainda te ter aqui ao meu lado, com esse teu jeito safado completamente em mim enroscado, para me fazeres sonhar acordada, para me fazeres sentir mulher, como fazes sempre que comigo estás, na certeza que te amo, de que por ti sou amada. Na certeza de que te quero, porque contigo sou feliz, porque és tudo o que sempre esperei, és tudo o que sempre quis.
Depois de ti, o meu coração não quer outro alguém, a minha alma não reconhece ninguém que pudesse ficar, nem aquém de ti dentro de mim...
Depois de ti não há nada mais...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)



Falta-me as palavras...



Falta-me as palavras
Para dizer tudo o que sinto
Tudo o que pressinto
E assim sucinto
É na meiguice do teu olhar
Na doçura do teu sorriso
Na magia do teu beijar,
Que te quero sempre amar
É no calor do teu abraço
Que encontro o meu espaço
O que sempre quis
O que me faz feliz
É no teu corpo enroscado em mim
Que esqueço o meu passado
Que meu destino está traçado
Que te faço sentir amado
É no calor do nosso amor
Na emoção da nossa paixão
Que entramos em erupção
Que nos amamos de coração...

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


Sou feliz porque me amo.
Sou feliz…!
Porque sou o Universo de quem me ama, 
A felicidade de quem me tem,
A alegria de quem me adora,
E o entusiasmo de quem me admira.
Sou também…
A raiva de quem me odeia,
A tristeza de quem desprezo,
Se é que desprezo alguém,
Pois não desejo mal a ninguém.
Sou a ocupação de quem me inveja,
Saudade dos que partiram
A gratidão dos que ajudo,
Sou acima de tudo,
O orgulho que tenho em mim,
Por viver sempre assim,
Na base do amor sem fim.
Sou eu... 
Sempre igual a mim mesma.
Quem gosta, gosta.
E a esses adoro-vos! 
Muita Luz…
Quem não gosta, temos pena.
Muita luz para eles também...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)