(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 22 de dezembro de 2014


Pessoas especiais...




Pessoas especiais merecem carinhos especiais, conversas cheias de sentido onde o tempo nunca é perdido...
São pessoas que nos fazem sorrir nos piores momentos, que se doam aos outros sem esperar nada em troca, cheias de habilidade de partilhar o que de melhor tem para dar, sem julgar, criticar ou condenar os outros à sua semelhança.
Nesta caminhada pela vida, conhecemos pessoas todos os dias, umas de passagem, outras que nos são enviadas.
São essas pessoas com quem criamos um vínculo sem o conseguir explicar, que são as tais especiais e tudo devemos fazer para as manter, enquanto elas assim o merecerem, enquanto elas assim o desejarem.
Pessoas especiais são sempre especiais, só por existirem...
No entanto não são todas as pessoas especiais que vem e ficam de verdade ou nos querem proporcionar felicidade.
Umas trazem tristezas, outras alegrias.
Umas vêm para ficar, outras pouco ou nada tem para nos dar.
Umas trazem amor, mas depois acrescentam-lhe a dor, muitas vezes sem saberem valorizar ou aproveitar o que lhes estamos a dar.
O importante é que todos passam na nossa vida por uma razão, um motivo.
Todos cumprem a sua missão, mesmo sem entendermos qual foi a razão de termos um dia sentido um vínculo com emoção ou porque se foram embora em vão, perdidos na ilusão da sua própria razão.
Mas como nada na vida acontece por acaso, estas pessoas algo de nós levaram e muito ou pouco delas deixaram, dependendo do que tiveram para dar.
Seja como amigo, como amor ou como paixão, enquanto durou nada foi em vão...
Se na nossa vida não ficaram é porque não quiseram, ou não tinham que ficar…
Cabe-nos a nós perdoar e a vida continuar a amar, porque se um dia essas pessoas foram especiais, para sempre no nosso coração devem permanecer, pois com elas aprendemos mais uma lição.
Porque gente que não entende o sentimento da gente é porque não o merece certamente...
No entanto não deixam de ser pessoas especiais, pois um dia foram fundamentais, até mesmo essenciais nesta nossa caminhada pela vida.
Como o que não nos mata só nos fortalece, temos que agradecer a cada uma dessas pessoas especiais a sua passagem pela nossa vida, agradecer o bem e perdoar o mau, pois fizeram de nós um ser mais forte e melhor se soubermos ser positivos, aceitar e perdoar que não vieram para ficar.
E nunca, mas nunca, nos permitirmos sentir por elas qualquer sentimento negativo que só a nós irá prejudicar.
E ainda desejar-lhes tudo de bom pela vida fora...
Porque só assim nós… continuaremos a ser pessoas especiais em constante evolução…

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014


Abraço...


Tanto se pode dizer
Tanto há para escrever, para explicar 
O simples gesto de abraçar
De nos braços de outro estar
Tantas palavras que um abraço carrega
Seja na despedida ou na chegada
De um amor, de um amigo ou de um colega
Um abraço é sempre alvorada
Palavra forte
Gesto sentido
Pedaço perdido quando não é agradecido
Espaço ganho sempre que é permitido
Abraço envolve
E a amizade e o amor desenvolve
Abraço aconchega
É ternura, é vontade
É carinho cheio de verdade
"Abracinho" é pedacinho
Que o Ser dá com carinho
“Abração” é paixão
Que o ser traz no coração
É vontade de sentir
Energia transmitir
Energia receber
É o Ser se permitir
Para no outro existir…

Susana Bastos 
8 de Dezembro de 2014 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Amizade...


Existe uma simples chama acesa que se chama amizade
Aquela que dá cada vez mais vontade de ter, de ser e de fazer
Aquela que esconde qualquer outra chama possível
Mas que é igualmente incrível
Porque a vida é feita de impossíveis
E a amizade é feita de verdades
Ser amigo é fundamental
Num mundo onde há tanto mal
Alimentar uma amizade pura
É uma realidade dura
Mas vale a pena tentar
Ter uma atitude madura
Porque não é fácil encontrar
Uma amizade que perdura
A amizade é um amor que nunca morre
São milhares de coisas pequenas
Amor, afeição, estima e dedicação
É estar sempre ali para dar a mão
Que a amizade seja infinita
Para secar cada lágrima caída
Que seja uma paixão distinta 
Nunca uma relação perdida
Amizade é saber dizer sim e dizer não
É saber ouvir o não com tanta satisfação
Como se ouve o sim
É estar ali até ao fim do fim…

Susana Bastos 
8 de Dezembro de 2014 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Ao encontro do destino...


Estar no caminho certo ao encontro do destino é caminhar e saber esperar pelo que o Universo tem para dar. 
É saber que a paciência é fundamental para o dia-a-dia aguentar.
Que a tolerância e a perseverança são ferramentas de esperança. 
Que a aceitação traz a tranquilidade do que é a vida na realidade.
Que o apego é uma arma letal, porque nem sempre a vida dá o que nos parece ser o ideal. 
Passar pela vida sem julgar, criticar e condenar é saber perdoar.
Passar pela vida simplesmente a amar é a vida simplificar.
Dar valor ao bom e valor ao mau de forma igual é evoluir e tirar partido de cada experiência do existir.
É viver com qualidade, sem ter medo de esperar a hora certa de acontecer, o que mais nos está a apetecer.
O Universo tarda mas não falha.
Tudo tem um propósito para acontecer e nada é por acaso.
Tudo encaixa ao longo do caminhar, para o caminho do destino encontrar...

Susana Bastos 
7 de Dezembro de 2014 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)



Vi tanto de ti...


No primeiro dia que te vi
Nunca mais te esqueci
Tiveste influência em mim
Sei que também tive em ti

No teu olhar encontrei
O que me fez renascer
Naquele abraço que adorei
Começou o meu querer

Foi à tua energia
Que a minha se prendeu
Foi à tua alegria
Que o meu coração cedeu

À tua paixão
A minha correspondeu
Sem medo de sofrer
De tanto te querer

Nessa tua pureza
Encontrei a tua beleza
Vi tanto de ti
Que desejei-te ter só para mim

Susana Bastos 
7 de Dezembro de 2014 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Medo...


Medo...
O medo derruba, assusta e corroí. O medo cresce na mente, quando não se controla o pensamento, e se transmite no que se sente.
O medo leva o que o Universo traz e faz desconfiar da paz.
O medo cresce sem parar quando se está a viver, quando se está a amar.
O medo teima em persistir, faz o ser desistir.
O medo. O medo. Sempre o medo…!
O medo desenvolve e sempre envolve quem não consegue parar de ter medo. 
Mas não há nada pior que ter medo de ter medo...
Não há nada pior que não conseguir lutar contra o medo, porque tem medo que o medo esteja certo. Só que o medo é algo incerto...
É um pensamento que traz sofrimento se não for eliminado pelo querer do ser, em viver sem medo. 
Que falta faz o medo…? 
Que adianta ter medo…?
Se mesmo com medo o ser não deixa de pensar, querer, sentir e amar.
Se mesmo com medo vai ter que passar, pelo que a vida tem para lhe dar. 
Então de nada vale o medo, a não ser para adiar a hora de enfrentar o que a vida está a dar. 
Medo atrasa, arrasa e rouba sonhos.
Medo traz pavor, que é o medo de enfrentar a dor.
Medo é receio. Receio traz um alerta que em nada o ser desperta.
Medo não faz lutar, apenas faz o ser fugir do que tem de viver, do que está a sentir.
Medo é contra natura, porque medo é ego que foge da essência, que destrói a paciência, que rouba a alegria de viver cada dia com a paixão pedida pela alma, sentida pelo coração.

Susana Bastos 
7 de Dezembro de 2014 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Saudade do teu abraço...


Nunca te esqueças de mim
Quero fazer sempre parte de ti
Estejas onde estiveres
Para mim estás sempre aqui

Gosto de pensar
Que estou sempre no teu pensamento
Gosto quando me dizes
“Já te disse que gosto de ti…?”

Adoro sentir a tua presença
Mas sofro na tua ausência
Onde tu estiveres
Lembra-te sempre de mim

Em nada nunca te quero desestabilizar
Para ti só quero sucesso, saúde e amor
Nunca nada faria
Para algum dia te causar alguma dor

Tudo o que sou
Tudo o que sinto
Não passa por ti despercebido
Porque por ti também é sentido

Sinto minha alma desnuda
Em contacto com a tua
Sinto meu coração preenchido
Sempre que contigo fico

Susana Bastos
7 de Dezembro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Para quê ter medo da vida…?


Para quê ter medo da vida…?
Se a cada lição aprendida, se fica mais rijo, se se aprende o que é preciso.
Não vale a pena se tentar fragilizar ou ter medo de amar.
Não vale a pena a vida não enfrentar, não aprender com ela a lidar, porque mais tarde ou mais cedo, quer queira quer não queira, por cada lição vai ter que passar e com ela aprender a lidar, para nela continuar existir, crescer e evoluir…
Não vale a pena fugir das emoções, ter medo de ter desilusões.
O importante é vivenciar, perceber que por tudo tem que saber passar, a vida a cada dia aproveitar com o melhor que ela tem para dar. 
Saber lidar com o sofrimento, é por si ter muito respeito.
Saber lidar com a dor, é viver na base do amor.
Não fugir da emoção, é praticar o perdão.
Nunca desistir, é continuar a existir. 
É na vida se permitir encontrar a felicidade, viver momentos de verdade.
A vida assusta, mas também é muito curta.
Viva-a com muita intensidade, com pensamentos positivos e de qualidade.
Viva-a com paixão, sem medo de sentir cada emoção.
Viva a vida de alma e de coração…!

Susana Bastos 
6 de Dezembro de 2014 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)