(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 20 de setembro de 2016

Visite o meu Blog do Espaço Infinito...


Se anda em busca do seu "EU" mais profundo.
Se anda em busca de Harmonia, Paz de Espírito, Respostas às sua Questões mais profundas.
Se quer viver na base do Amor...

Visite-nos...!

ONDE QUER QUE SE ENCONTRE, 
ESTOU AQUI PARA SI, SEMPRE!


http://espacoinfinitoblog.blogspot.pt/




quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Pensar agora, o quanto eu te amei…





Pensar agora, o quanto eu te amei, como nunca ninguém te amou. O quanto eu te desejei, como nunca ninguém te desejou.
Tanta loucura naquela altura, eu pensei.
Tanta lágrima, eu deitei por não te querer perder, quando te vi de repente da minha vida desaparecer.
Mas agora sei que foi o melhor para mim, pois não mereceste todo o amor que te dei, todo o tempo que por ti esperei.
Quem ama não se ausenta, não escolhe estar longe.
Quem ama quer mostrar, ficar, voltar, sem nunca se silenciar.
Porque quem ama pensa no existir, no sentir do outro, no seu sofrer.
Pensa no que o outro está a querer e deseja voltar para ficar, para amar, para todos os planos a dois conquistar, partilhar sem hesitar.
Pensar agora, o quanto eu te amei…

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

O que é que nos aconteceu?



Estou aqui deitada
Sinto-me desesperada
Não sei o que vou fazer sem ti
Sem te ter aqui deitado ao pé de mim
Ainda sinto todo este desejar
Amava voltar-te a beijar
Sabes bem que és tudo o que sempre quis
Que é contigo que quero ser feliz…
Diz-me quantos recomeços tem
Cada despedida nossa
Tínhamos tudo para dar certo
O que é que nos aconteceu?
Se o amor em nós não desapareceu…
A tua falta de coragem
Faz este amor ser uma breve passagem
Todos os meus cansaços
Dividem este amor em pedaços
Mas eu não existo sem ti
E tu não existes sem mim
Porque o sentimento que nos une
Vai permanecer no nosso ser
Para lá do fim do nosso fim…

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 6 de setembro de 2016

Tenho que ir...



Nunca mais te direi, amo-te!
Nunca mais me vais voltar a ouvir dizer, o que tantas vezes te disse e tu não quiseste ouvir.
Disse-te tantas vezes que um dia ia ser tarde e tu nunca acreditaste.
Agora sou eu que não acredito no que estou a ver e ouvir. Como te atreves?
Depois de tudo o que chorei, depois de tudo o que sofri e contigo insisti, apareces agora aqui, para dizer que afinal me amas. Que tudo vai mudar. Que tudo vai ser diferente. Que sou a mulher da tua vida e não consegues viver sem mim.
Esquece.
Esquece-me.
Agora é tarde!
Agora já não quero e não preciso mais do teu amor.
Um amor que tanto desejei, que tanto esperei e que nunca deste valor.
Um amor que transformaste em dor sem dó nem piedade, em nome do teu ego, da tua vaidade.
Agora é tarde, meu amor!
É tarde para mim, é tarde para ti aqui.
Agora é tarde para nós!
Tu e eu… Interioriza que é passado, ponto final.
Agora eu, só quero viver o presente e tu não tens lugar nesse lugar para onde vou, ser realmente quem sou. Ser finalmente feliz como sempre quis.
Tudo tem um limite e tu ultrapassaste todos os limites que o meu amor podia aguentar. Não tenho mais como te aceitar, acho mesmo que não tenho mais como te amar, mesmo que ainda te ame.
Agora se não te importas, tenho que ir…

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quarta-feira, 31 de agosto de 2016

P296 - Eu...


P57 - Adoro...


Em constante erupção...



Se eu soubesse o que fazer, para te tirar da minha cabeça, para deixar de te querer, para que mais nada aconteça. Eu faria sem hesitar, porque não está fácil de aguentar, esta imensa dor, provocada por este amor.
Um lado meu diz que quer ficar contigo, o outro diz para te esquecer, que és o meu maior castigo, por não te poder ter.
Meu coração não é de papel, que a chuva molha, apaga as palavras e o sol enxuga. Não é!
A minha mente gira, feito um carrossel, em busca de uma saída, para te tirar da minha vida. Tentativas, são em vão para te tirar do meu coração e apagar esta paixão. Querer-te é como querer apagar um vulcão, sinto-me em constante erupção. E nesta luta comigo. Faço, penso e digo, constantes contradições, entre a razão e as emoções.




Susana Bastos

( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 22 de agosto de 2016

P18 - Finalmente...


Sexo Selvagem...




Quero que cheguemos simplesmente.
Tu com a tua paixão e o teu instinto de macho.
Eu com a minha paixão e o meu instinto de fêmea.
Quero que tragas toda a tua tesão ao encontro da minha.
Quero a tua entrega total, quero-me entregar totalmente, nesse momento brutal.
Quero sentir a tua ansiedade, quero que sintas a minha, por momentos que nos pertencem e que insistem em não chegar...
Quero que nossos loucos pensamentos nos tirem dos nossos lamentos.
E quando na troca de olhares, sentires os meus tormentos, quero me mostres a luzes da cidade, que me encostes à parede, que me faças sentir a brisa do vento, num balanço cheio de verdade.
Quero ver a paisagem, quero no espelho ver a tua imagem, quero que vejas a minha, que sintas o meu desejo, quero sentir o teu Sexo Selvagem.
Vem deitar-te comigo, deixa que me deite contigo, pois sei que posso ser, o teu Porto de Abrigo...


Susana Bastos
( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

P623 - Penso em ti...


És como a Lua...


A noite cai e apenas me resta a companhia da Lua, o brilho das estrelas que não me preenchem quando a saudade aperta.
Luto, luto num silêncio forçado, num silêncio que dói, num silêncio que me massacra de recordações.
É verdade que são essas mesmas recordações que também me dão alento, que me fazem recordar momentos inesquecíveis, momentos que podem não mais voltar, momentos que anseio pelo seu regresso, quando no fundo também sei, que nem sequer devo ansiá-los, continuar a sonhá-los.
A noite cai e apenas me resta a companhia da Lua, o brilho das estrelas e finalmente percebo, que afinal tu és como a Lua…
És como a Lua porque vives por fases.  As tuas fases são rápidas, as tuas fases são transitórias, as tuas fases são surpreendentes. Tanto me envolvem, como me rejeitam, o que faz da minha vida, um vai e vem de emoções.
Um querer-te e não te querer, o amar-te e não te poder amar, o desejar-te e não te poder ter. Fugir de ti e procurar-te…
Porque tal como a Lua,  chegas de mansinho,  misterioso por te entregar, mas partes bruscamente, como um animal assustado depois de acordar…



Susana Bastos

( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Dentro de mim...



Adormeci
Acordei sem ti
Acho que me perdi
Longe dos teus desejos
Longe dos teus beijos
Da tua emoção
Que são a minha solução

Habituei-me aos teus códigos
Por saber dos teus jogos
Por saber que és assim
Por querer o melhor para ti

Quando me dizes, já te ligo 
Tento acreditar
Quando me dizes, tenho que desligar
Sinto como se estivesses a chegar

Minimizo assim
A falta que fazes em mim
Porque a vontade que tenho de te ouvir
E algo sem fim 
Que está dentro de mim

Susana Bastos 

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor.)

terça-feira, 16 de agosto de 2016

Um Dia De Cada Vez!


Um Dia De Cada Vez!
Sempre De Dentro Para Fora...

Vivendo e aprendendo com cada lição que a vida me trouxe e continua a trazer. Com cada pessoa que se cruzou ou cruza comigo.

Obrigada! Querido passado, por tudo o que me ensinou, tanto o que veio do mau, como o veio do bom.
Obrigada! Querido futuro por tudo o que ainda me vai trazer, seja de bom, seja de mau, pois com toda a certeza vou aproveitar para crescer, evoluir e fazer valer a pena o meu existir...
Obrigada! Universo pela Energia Universal que me é enviada diariamente e me mantém sempre positiva.
Obrigada! A mim, porque apesar de todos os meus erros, falhas e defeitos, nunca deixo de me amar, de em mim acreditar.
Obrigada! Mais uma vez a mim, por querer sempre evoluir sem nunca desistir do que minh’ alma diz para insistir e o meu coração mostra com o seu sentir.

Posso não ter tudo o que desejo, mas sou tudo o que sempre quis e isso basta para ser feliz...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Porque te amo de verdade...





Quando digo que vives dentro de mim, que não sei viver sem ti. Que mesmo ausente, em mim estarás sempre presente.
Quando digo que tropeças em cada pensamento meu, que serás minha como eu já sou teu. Não digo porque sinto dor, mas porque és o meu verdadeiro amor.
Não digo só porque sinto saudade, mas porque te amo de verdade…

Susana Bastos

 (Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

P6 - Não vale a pena fingir...


Quero ensinar-te a voar...



Todos os dias penso em ti
Todos os dias te desejo
Todos os dias te quero
E anseio o desejo do teu beijo

Ver-te sorrir
Completa o meu existir
Sentir o teu olhar
É mais que motivo para te amar

Não quero ter medo de te querer
Quero apenas sentir o teu ser
Não quero nunca sentir dor
Quero que sejamos só amor

Quero ensinar-te a voar
Quero que me ensines a ficar...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Saber esperar é ter controle sobre o que se está a ansiar... SB


P32 - Na vida nada vem...



P29 - Se for o que procuras...


P31 - Complicómetro...


Resgata-te de DENTRO para FORA...


Estou aqui para si, sempre que precisar de mim. Contacte-me e comece já a sua mudança interior...!


Porque me amo muito...



Há o que penso
O que sinto
O que desejo
E o que faço...
Há o que as personagens dos meus textos pensam
O que sentem
O que desejam
E o que fazem...
Há o que as pessoas das historias que conheço pensam
O que sentem
O que desejam
E o que fazem...
Tudo junto chama-se inspiração...
Ou até talvez Inspiração Divina...
Porque muitas vezes leio sem saber como certas palavras e frases surgem da minha mente.
Tudo junto acalenta a minha alma e a de quem lê e gosta do que escrevo...
Gosto de escrever sobre pessoas, sentimentos, emoções...
Sobre realidades e ilusões !
Assim como gosto de escrever sobre o modo de vida, baseado no PENSAMENTO POSITIVO, que vai ao encontro do meu trabalho e que tem mudado a vida de tantas e tantas pessoas que me procuram em terapia de Reiki, Hipnose e durante as Meditações no meu espaço.
Gosto particularmente de ler e sentir o que escrevo...
Se mexe comigo, se acho bonito, se me enche as medidas,então partilho.
Partilho porque há quem goste, se sinta bem, ou até se reveja, quer nos meus poemas, quer nos meus textos de motivação...
Partilho mesmo sabendo que muitos podem não gostar ou até detestar...
O que importa é que as minhas palavras possam acalentar o coração e a alma de quem me lê.
Pois seja para quem for, eu estarei sempre aqui disponível para ajudar ...
Mas para mim, porque me amo muito, o que tem mesmo valor é:
O que penso
O que sinto
O que desejo
E o que faço...

Susana Bastos


Por isso, por ti espero…


Tu és o meu imperador
Sou tua imperatriz
Tu és o meu amor
Aquele que sempre quis
Aquele que me faz existir
De quem nunca quero fugir
Que me beija 
Que me deseja
Que me faz sentir mulher
Aquele que me quer
Que me preenche
Que o meu coração sente
Que és tudo o que eu quero
Por isso, por ti espero…

Susana Bastos 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


P558 - Gente...




P256 - Porque será...




Não há história que não tenha um fim…




Não há história que não tenha um fim…

Pode ser um fim triste ou um fim feliz, tudo depende da vontade da gente, se quer desistir ou seguir em frente. Depende se se quer estar presente ou se fazer ausente.


Há tantos tipos de histórias…
As que gostamos de recordar, aquelas que nem nos queremos lembrar e outras que para sempre vamos amar, porque a nossa alma souberam marcar.

As erradas, onde as pessoas se mantêm unidas mas afastadas, onde sobrevivem cada vez mais infelizes e frustradas, seguindo no mesmo caminho sem qualquer carinho.
Sabe-se lá porquê…?
Até entenderem que o fim já ficou lá atrás. Que jamais felicidade lhes traz...

As passageiras, onde a ilusão e a paixão se fundem e fazem sonhar, mas que não eram definitivamente histórias de amar e rapidamente chegam ao fim.

As inacabadas cheias de despedidas e recomeços, mas também essas um dia têm que ter um último recomeço ou um fim, porque tudo tem o seu tempo, o seu motivo e o seu propósito.
E para sofrer, não faz sentido viver.

As proibidas, que normalmente são sempre as mais sentidas e as mais bem vividas, que ou se tornam histórias "raras" ou quando não o podem ser nesta vida, passam de vida em vida até ficarem unidas no fim do fim…

E por fim há as tais histórias “raras”, que vieram para ficar, depois de muitas vidas levarem para se encontrarem.

Finalmente vivem nesta realidade um sentimento de verdade, onde sabem amar, respeitar e o amor alimentar.

Há quem as chame de almas gémeas e essas chegam nesta vida, ao fim do fim e são felizes…

Por isso, não há história que não tenha fim…


Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Muita Luz para ti meu querido, com muita muita saudade...






Tanta coisa te podia escrever neste momento, para caracterizar a pessoa magnifica e fenomenal que sempre foste, que vais continuar a ser no meu coração, no coração de todos que te amam e adoram. 
Mas neste momento a tristeza e a saudade secaram as minhas palavras para definir o que sinto por te ver partir...

Um beijo do tamanho do Universo para ti meu amigo, e que a tua próxima missão, seja tão marcante e especial, como a que cumpriste cá. 

Mereceste cada momento de felicidade que viveste, nesta tua passagem por esta vida.

Amei partilhar contigo ao longo de tantos anos de amizade que nos une, alguns desses momentos.

Muita Luz para ti meu querido, com muita muita saudade... 




P5 - Não vale a pena te enganares...








Vale a pena viver, acreditar e amar.





Apesar de termos caminhos diferentes prometemos encontrar-nos no final e isso é fundamental para manter a chama que dentro de nós reclama, a chegada desse dia.
Vale a pena viver todos os ferimentos que isso pode acarretar.
Vale a pena viver, acreditar e amar.


Vale a pena amar, quando encontramos a pessoa que nos faz acreditar nisso todos os dias e que mesmo ausente tem sempre um jeito de se fazer presente, de nos fazer saber que estamos presente na sua mente e em todo o amor que sente.


Porque nós acreditamos no amor até que a morte nos separe, depois de a vida nos juntar e isso é o que nos continua a alimentar.

Naquele dia a vida virou-nos do avesso e percebemos que o avesso é o lado certo onde queremos estar, mesmo que por agora no avesso não possamos ficar.

A tua ausência faz silêncio em todo o meu mundo e o meu silêncio faz muito barulho no teu.
Mesmo assim sabemos que até o silêncio entre nós é uma constante mensagem.



In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Uma mulher prevenida


Uma mulher prevenida vale por duas, pensa positivo a dobrar, evita o que lhe faz mal a triplicar e é muito mais capaz de se amar...

Susana Bastos 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Meu Cantinho de Paraíso à Beira Mar...



Alentejo com a sua tranquilidade e serenidade é sempre um bálsamo para mim.
É amor, é paixão que me aquece o coração.
É um sol que me ilumina e carrega baterias...
São pessoas fantásticas que nos tocam pela humildade e simplicidade com quem gosto de partilhar tudo.
Seja em trabalho, passeio ou de férias.
Seja na estrada no campo, ou na praia cada lugar seu, enche-me a alma, preenche-me o coração.
É como um bom beijo, deixa sempre desejo de quero mais.
Desejo de lá voltar o quanto antes.
Desejo de ter, de repetir momentos.
Desejo de Ser...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)