(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

domingo, 19 de abril de 2015



Se de ti me perdi...


Se de ti me perdi
Não foi por falta de mim
Foi por dar tudo o que senti
Tudo o que tens medo para ti

Nesse teu medo de sofrer
Um dia vais perceber
Que não vale a pena fugir
Daquilo que estamos a sentir

Fui muito digna de ti
Sempre te mereci
Mas por medo de amar
Escolheste-te afastar

Não importa o porquê
Só importa a indiferença
Marcada pela tua ausência
Depois de uma especial presença

Não sou eu que fico a perder
Só porque te estou a querer
És tu que irás escolher
Quem não te merecer

E um dia vais perceber
Que nada é pequeno no amor
Que se estavas a receber
Não devias ter medo de sentir dor

Muito menos devias esperar
Grandes ocasiões acontecerem
Para o teu amor mostrar
Quando tens vontade de amar

--------------------------------------------------------------------------------------------------

18 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Viver em Harmonia...


De fasquia cada vez mais alta
Sigo esta jornada
Nesta estrada florida
Em que transformo a minha vida

Não dou ouvidos a nada
Faço tudo para nunca estar zangada
Para que nada seja grave
Para que a vida seja mais suave

Para quê julgar e criticar
Com tudo na vida se preocupar
Se a vida é tão pequena
Se ela pode ser bem mais serena

Que importa o que os outros dizem
Se no momento em que precisa
Só consigo pode contar
Só você pode solucionar

Não importa o que já foi tradição
Ou qual foi a educação
Importante é pensar em si
E agir por ai

Aprendeu a respeitar os outros
E não se respeitar a si
Mas acredite em mim
Mudar para melhor muda qualquer fim

Viver feliz e relaxada
É ir ao encontro de tudo ou nada
É seguir a intuição
Agir somente de coração

Para quê dar cabo dela
Se a vida é tão bela
Se cada dia é um novo dia
Para se escolher viver em harmonia

________________________________________________________

18 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Fetiche...


Preso no teu fetiche
O amor resiste
Esqueço de esquecer
Que agora não te posso ter

Sonho acordado
Acordo com o corpo marcado
Pelos teus beijos sentidos
Na saudade dos teus gemidos

Adormeço abraçado
Ao que sinto por ti
Confortado por saber
Que sentes o mesmo por mim

Preso no teu fetiche
A saudade persiste
Nas memórias inesquecíveis
De momentos incríveis


18 de abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Presente Infinito...


Neste presente infinito
A que nada resisto
É o aqui e agora
É o viver hora a hora

Neste presente infinito
Se no amor insisto
É porque sou de verdade
Gosto do sabor da felicidade

Neste presente infinito
Ao passado resisto
Ao futuro me abro
De ser feliz nunca desisto

Neste presente infinito
O importante é isto
Deixar o ódio para trás
Viver o amor que a vida traz…


18 de abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Gosto quando sorris...!



Não gosto de te sentir triste, não gosto de te entristecer, muito menos de me sentir triste por saber da tua tristeza. Gosto quando sorris, quando te ris e me fazes rir a mim.
Gosto de te sentir alegre e feliz, e dou tudo o que tenho no mundo para nunca te ver infeliz.
Quero saber sempre de ti, porque quando não sei, há um vazio em mim, que aumenta esta saudade ruim.
Quero fazer-te feliz, somente porque, és alguém especial, como sempre quis.
És tão puro e verdadeiro, tão meigo e tão inteiro, que de ti nunca vou desistir, mesmo que me digas para não insistir.
Amor é tudo isto e muito mais…
É mais que gostar, mais que querer ficar, mais do que a mente supõe, do que o corpo deseja e a alma anseia. É tudo o que o coração sente sem dar explicação, sem deixar a razão se sobrepor à emoção.
Amor é mais que fantasia, mais que paixão, ilusão ou desilusão.
Amor não é só ter, é ser fiel ao Ser e tudo fazer para alimentar o querer, quando um outro querer encontra.
Amor é algo que cria raízes no coração, sem pedir permissão. Que mostra com o sentir, com todo o querer, qual o caminho a percorrer, sem nunca desistir de o conseguir satisfazer…

12 de abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Desilusão...



Desilusão é uma palavra dura…!
Dura por tudo o que acarreta, por mexer com as emoções, por trazer ao de cima tantos sentimentos e reacções.
Os vários tipos de desilusões dependem sempre das situações e das nossas emoções.
No entanto a culpa é sempre nossa quando sentimos a dor da desilusão.
Só nos desiludimos, porque nos iludimos.
Ou então, porque também erramos e não assumimos.
Especialmente no amor e na paixão, onde desaparece a razão e passa comandar o coração…
Há pessoas, que por muito que façam, nunca nos conseguem desiludir, apenas porque na nossa vida não tem peso para o conseguir.
Mas há outras que com apenas uma palavra, um gesto ou uma atitude, conseguem mexer com tudo.
Conseguem mexer com a nossa capacidade de reacção, emoção e frustração.
Nesses momentos devemos reflectir na importância da razão.
Devemos saber pensar, conversar e agir, para nunca destruir uma relação, sem uma boa explicação ou por uma péssima razão.
O mais importante é avaliar bem a questão, especialmente na amizade, no amor e na paixão.
É para isso que na nossa vida, existem as pessoas que passam e não ficam.
As que ficam sempre e nunca passam.
As que jamais queremos recordar.
E as que recordaremos para sempre…

10 de abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Silêncio...


Aprende com o silêncio...
Os sons interiores da alma, calam as discussões, evitam tragédias e desilusões.
Aprende com o silêncio a respeitar a opinião dos outros, mesmo a contrária à tua e a evitar reclamações vazias nas relações.
Aprende com o silêncio a aceitar factos que provocaste, a ser humilde, a deixar o teu orgulho gritar para te poderes perdoar, a reparar nas coisas mais simples, a valorizar o que é belo e a ouvir o que faz sentido.
Aprende com o silêncio, que gritar não traz respeito, ouvir é melhor que falar.
Que amar é melhor que brigar, porque a solidão não é o pior castigo, mas sim a saudade que fica de momentos sem briga, aqueles inesquecíveis.
Que a vida é boa, se olhares o lado certo, ouvires a música certa, leres o livro correcto. Amares apenas quem te ama a ti também.
Aprende com o silêncio que tudo tem um ciclo...
As marés insistem em ir e voltar, os pássaros voltam ao mesmo lugar, por isso completa a tua tarefa sem pressa de chegar.
Aprende com o silêncio a respeitar a tua vida, a valorizar o teu dia, a admirar as qualidades que possuis e a corrigir os defeitos.
Aprende com o silêncio a relaxar, quem sabe até a meditar, porque na hora da briga acalorada, serás por todos e por ti admirada.
Aprende com o silêncio a amar o teu "Eu", a valorizar o ser humano que és, a respeitar o templo que é o teu corpo, o santuário que é a tua vida.
Procura a felicidade...!
Silencia-te para ouvires o que o teu interior te quer falar
Confirma que és especial.
Um ser Celestial...

In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 10 de abril de 2015

O simples é o essencial...!


Como pode uma mulher normal, se tornar especial, com simples gestos sentidos de amor e carinho… 
O simples é o essencial...!
__________________________________________________________

Tinhas que ir. Chegou a hora de partir…!
Desculpa se não fui mais querido, mais meigo, mas fico sempre assim nestas horas, não gosto de despedidas.
E agora o que faço ao vazio que ficou aqui de ti?
Quem me vai dar carinho sentido como o teu?
Fizeste-me tão bem. Há tanto tempo que não me sentia assim.
Não vejo a hora de voltares, sei que tens que estar ai, mas preferia que estivesses aqui.
Gosto da tua conchinha, de em mim te sentir agarradinha.
Gosto de gostar de ti e gosto que gostes de mim.
Desculpa cada silêncio meu, se não tenho tempo para ser mais teu, mas ando aqui absorvido neste vai e vem desmedido, para que tudo aqui faça sentido.
Foste uma lufada de ar fresco a penetrar no meu ser, devolveste-me o meu querer, a minha vontade de viver.
E agora…?
O que faço com as saudades que tenho tuas?
Foste, mas deixaste a tua presença espalhada por toda a casa.
Conseguiste surpreender-me e fazer crescer ainda mais, a vontade de aqui te ter, quando entrei e me deparei com cada mensagem tua, escondida em cada recanto meu.
Foi com grande espanto, quando em casa entrei e reparei, no primeiro bilhete em cima da cama.
Estremeci, li, reli e senti o quanto gosto de ti.
O quanto tu gostas de mim.
Parecia surreal quando me apercebi que além daquele bilhete havia muitos mais e que cada um me tocava mais que o interior.
A realidade é que conseguiste surpreender-me de verdade…!
Encontrei-os na cama, na casa de banho, no congelador, no armário da cozinha, no meio das camisolas, dentro dos bolsos das calças, nas gavetas das meias, dos boxers, dentro do meu casaco preferido e em muitos mais sítios bem definidos pelo teu conhecimento de mim.
Aliás, acho que ainda nem os devo ter encontrado todos.
Como posso não sentir saudades tuas, se cada bilhete olha para mim a cada dia, fazendo-me lembrar a tua alegria.
Como posso não gostar cada vez mais de ti, se permaneces dentro de mim, enquanto espero ansiosamente o teu regresso nestas saudades sem fim…

____________________________________________________________
09 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

O simples é o essencial...!


Como pode um homem normal, se tornar tão especial, por transformar uma simples noite numa noite fenomenal, com um simples gesto...
O que importa os presentes caros? 
O simples é o essencial...!

_________________________________________________________

Gostei de te ouvir…
Apesar de ser só para saberes onde eu estava, se estava bem e para dizer que não demoravas, gostei muito de te ouvir. Alias gosto sempre.
Gosto quando és atencioso.
Desliguei e continuei ali, sentada à tua espera, no aconchego da sala aquecida da estação, enquanto devorava a Internet livre de um qualquer estabelecimento local e tu trabalhavas por mais hora e meia.
Parecia ser uma espera longa, mas para quem já tinha andado a vaguear pelas ruas frias da cidade três horas sem parar, mais hora e meia não era nada, para ir jantar contigo e com os teus colegas, em vez de te esperar em casa. Já para não falar na possibilidade de talvez ainda irmos dançar.
Hummm… Achei um bom programa para desanuviar e nos divertirmos um pouco. Gosto de dançar contigo mas fico sempre nervosa e sem jeito, com medo de falhar e não te conseguir acompanhar nesse passo coordenado e habilidoso.
De repente, breves minutos depois de ter desligado o telefone, senti e vi pelo raio de visão periférica que me era permitido de cabeça baixa, enquanto olhava as novidades das redes sociais, um vulto a vir na minha direcção e abordar-me.
Fiquei completamente á toa, pois a mim ninguém ali me conhecia.
Ouvi uma voz dizer: - Vamos jantar!
Levantei o olhar incrédula, por te ver chegar assim de rompante, no teu porte elegante e espectacularmente vestido a rigor, quando apenas te esperava hora e meia depois e com a mesma roupa com que tinhas saído de manhã para trabalhar.
Parecias saído de um qualquer filme de sonho, superas-te qualquer expectativa que pudesse ter sobre ti em relação a mim.
Pensava que só íamos a um jantar de colegas. Mas não…!
Tiraste-me de casa, fizeste-me vir de transportes à cidade ter contigo, para poderes com calma, sem eu desconfiar lá voltar, embelezar-te e surpreender-me num jantar a dois, num sítio lindo, com um menu sensacional.
Naquele momento tremi de alto-a-baixo e sem palavras para descrever o que estava a sentir, olhei-te nos olhos e percebi o quanto és especial…
Tenho que reconhecer, que me conseguiste surpreender como ninguém e que me fizeste sentir especial também.
Mais fascinada fiquei no decorrer da noite, quando nos teus braços me senti a flutuar e finalmente contigo estava a dançar.
E ainda mais, quando cantaste e me encantaste de sorriso nos lábios e emoção no coração.
Para completar a noite, ao deitar, já no aconchego das mantas, senti o teu toque pelo meu corpo passar e deixei-me mais uma vez flutuar num daqueles momentos para amar.
Transformaste uma simples noite, numa noite fenomenal…
Fizeste-me sentir mulher num momento totalmente divinal…
Há momentos que não se procuram, acontecem.
Há pessoas que não se encontram, são colocadas no nosso caminho para nos mostrarem que a vida é bela, que vale a pena.
É por momentos como os que passei contigo, que vale a pena nunca desistir de ser feliz, mesmo que seja só por breves instantes da vida…
Instantes da vida que se eternizam…
Momentos de sonho que se realizam...

___________________________________________________________

07 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sinto sem querer...


Não sei sorrir sem querer sorrir.
Não sei chorar sem querer chorar.
Mas sinto sem querer, aquilo que o meu coração quer ter e isso é tudo o que quero viver, para ir ao encontro do meu querer.
Tal como não sei ser, aquilo que não sou.
Quando eu sou, sou de forma tão completa, que não existe uma parte do meu ser que não transborde isso.
Por isso sou feliz…
Sou feliz porque sinta o que sentir, em mim nunca vai deixar de existir o compromisso com a esperança.
Nem nunca vou deixar para traz nenhuma lembrança, porque tudo o que vivi foi porque de verdade assim senti.
Hoje só vivo assim…
Cheia de emoção, com muita paixão no coração, mesmo nos momentos de dor, tristeza ou desilusão, porque a vida para mim é e vai continuar a ser sempre a minha maior paixão…

07 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sentimento Puro...

.

A verdade é que entre milhões de pessoas neste mundo, a minha escolha recaiu sobre ti. 
Se te escolhi foi porque algo diferente por ti, senti…!
E mesmo sabendo que por agora tem que ser assim, não desespero, sei pelo que espero, na certeza do que quero.
No final vai valer a pena tenho a certeza...
Por isso seja qual for o caminho não importa.
O que importa é a beleza do sentimento puro, ao longo de um caminho duro.
Sentimento puro, não é aquele que queremos sentir, mas o que sentimos sem querer...

07 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 7 de abril de 2015

Um dia de cada vez...


Adoro os dias em que tomo grandes decisões...
Adoro manter-me a cada dia, mais e mais positiva, independentemente dos obstáculos e desafios (os chamados problemas) que tenho que enfrentar. Aprendi a fazer deles os meus melhores amigos.
A vida é bela, nós é que com o que pensamos, damos ou não cabo dela.

O que pensamos é a forma de tudo o que alimentamos em nós, e isso, irá condicionar o que a vida nos vai dar, o que ela nos irá ensinar.
O que pensamos determina a forma como nos sentimos e agimos na realidade.
Determinará o que recebemos.

Mas não se enganem, não vale a pena fingir e viver de aparência.
Agir de uma forma e pensar de outra, não vale mesmo a pena.
Mais tarde ou mais cedo as máscaras caem e todos recebem a frequência vibratória que emitem com o que pensam e sentem e "nunca" com o que aparentaram pensar e sentir.
Nada como cultivar o positivismo, minimizar as situações e aceitá-las como lições de vida para crescer e evoluir.
Nada como viver um dia de cada vez.
Sempre com muito amor no coração.
Só assim a vida compensa...
Viver positivamente, viver com paixão!!!

Susana Bastos
7 de Abril de 2014

segunda-feira, 6 de abril de 2015

Distância...


Também a mim, a distância jamais te afastará do meu coração.
Jamais me fará esquecer a emoção que sinto, no aconchego do teu abraço forte e sentido.
Jamais apagará lembranças sentidas, de momentos vividos por mim, por ti, por nós. Momentos únicos e insubstituíveis na sua essência.
Não há distância nenhuma que separe o que sinto, mesmo que fisicamente por agora, me separe de ti, te mantenha longe de mim.
A tua ausência faz o meu mundo parecer desabitado, mas não está.
Tu existes e estás sempre presente no meu pensamento, fazes parte do meu sentimento e isso não há distância que apague.
Quando um sentimento é verdadeiro a distância é só um mero detalhe, um obstáculo ultrapassável.
Não importa a distância ou o tempo que nos separa, o importante mesmo é o sentimento que nos une…

06 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Cada Foto Tua...


Passo e repasso cada foto tua
Sem me cansar de te olhar
O teu jeito, o teu sorriso
Lembram tudo o que preciso 
Quando nelas estás acordado
Transmites alegria
Nesse teu ar apaixonado
Com que vives cada dia
Quando estás a dormir
Parece um anjo nelas existir
Meigo, doce e transparente
Numa essência de jamais desistir
Olho o teu corpo
Aprecio a tua nudez
Delicio-me em cada traço teu
Imagino-te sempre meu
Passo e repasso cada foto tua
Cada momento, cada instante
Nunca te sinto distante
Nunca te sinto ausente
Mas em mim sempre presente

Abril de 2015
(Foto tirada da internet)
In ”De Dentro Para Fora” 
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Porquê...?


Se tenho saudades tuas? Tenho.
Se queria que estivesses aqui? Adorava.
Se queria estar ai? Queria. 
É o único sítio onde me apetecia estar agora.
Queres saber a verdade?
Queria estar ai sempre, a qualquer hora.
Seria como estar onde acaba o Arco-Íris.
No fim da linha, nos braços da felicidade.
Se isto quer dizer que gosto de ti? Quer.
Gosto de ti. Gosto muito de ti.
Gosto de ti como a lua gosta do sol.
Porquê...?
Simplesmente porque gosto.
Porquê, tu também gostas de mim?


Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

domingo, 5 de abril de 2015

Sol é vida...


Sol é poder, força e energia...
A todos traz alegria
Sol é pura magia
Traz beleza a qualquer dia

Sol é amanhecer
O milagre da vida reconhecer
É acordar, levantar e sorrir
É agradecer por se existir

Sol é paixão
Amor sem desilusão
Sol ilumina
Cada passagem sentida

Sol enriquece
Quem de energia padece
E a todos aquece
Abraça e engrandece

Sol é Vida...


Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sábado, 4 de abril de 2015

Dança Mágica...



Não sei se acordei, se estava a dormir
Não sei se acordaste ou se dormias também
Só sei que senti a meio da noite
O teu toque o meu corpo invadir
Não me mexi, nem reagi
Para não te acordar
Apenas senti e em silêncio pedi
Para aquele instante não ter fim…
Tua essência evadia a minha
A cada toque
A cada desejo sentido
Num momento real
Num momento simplesmente especial
Senti a tua respiração
Penetrar o meu coração
Senti a paixão
Dar azo a imaginação
Senti o teu desejo
Em busca do meu beijo
E entreguei-me sem hesitar
Num momento para amar
No silêncio continuámos
Uma dança mágica
Travámos
E num momento único nos marcámos…


Março de 2015
In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


Não vou desistir...


Posso não te ter no presente
Como já tive no passado
Mas quero cruzar o teu futuro
Sinto que lá vou estar seguro

Vou lutar
Vou voltar a conquistar
Não te vou perder
Quando és todo o meu querer

Guardo cada lembrança
Com amor e carinho
Não perco nunca a esperança
De voltares para o meu ninho

Fazes parte do meu mundo
Tocaste aqui bem fundo
Não vou chorar de saudade
Vou conquistar-te de verdade

Quem gosta assim insiste
Não deixa o amor fugir
Quem gosta assim não desiste
E eu não vou desistir...

Abril de 2015
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Essência versus Ego...


Tristeza que invade sem querer
Dor no peito sem se entender
São pensamentos nocivos
São medo de tudo perder

Pensamentos negativos
Criam no Ser grandes castigos
Cada dia é uma nova oportunidade
De se lidar com cada verdade

Comandado pelo sentimento
Sem dele conseguir fugir
Resta ao Ser continuar a existir
Livre no pensamento

Pensamentos positivos
São uma opção
Tê-los muda toda a emoção
Transforma toda a razão

Pensamentos positivos
Vão encontro da essência
Pensamentos negativos
Alimentam o ego e a aparência

Ego tantas vezes distorcido
Magoado e ressentido
Na defesa e ao ataque
Por tanto sentimento sentido

Ego tantas vezes adormecido
Por medo de enfrentar
O que a vida tem para lhe dar
O que a essência de facto quer amar…


4 de Abril de 2015
In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Coração pára de chorar...


Coração pára de chorar
Não tenhas medo de sofrer
Nunca fujas do teu querer
Nunca pares de amar

Vive a vida com paixão
O importante é sentir emoção
Estares inteiro ou partido
É sinal de que tudo é sentido

Vive e continua a viver
Porque um dia vais entender
O teu processo de evolução
Entender que tudo tem uma razão

Não fujas nunca da dor
Seja ela paixão ou amor
Porque lá mais à frente
Vais-lhe dar valor

Coração partido
Coração perdido
Coração inteiro
Coração cheio

O importante é existires
Do amor nunca desistires
Da paixão nunca fugires
E muita emoção sentires

Coração pára de chorar...


3 de Abril de 2015
In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Eclipse...


Anda…! 
Vem possuir-me agora 
Como o Sol possui a Lua nesta hora
Devagar, devagarinho
Com jeitinho cheio de carinho
Lentamente de tão carente
De tanto a amar
De tanto por ela esperar…
Nossa espera também é assim
Um momento quase sem fim
Que culmina num encaixe perfeito
Num eclipse sem defeito
Momento que nos faz vibrar
De tanto amar
Que nos faz querer
Ficar e ter
Vem apoderar-te de cada metade de mim
Até me teres por inteira
Só te quero a ti
Vem comigo até ao fim…

Março de 2015
In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem Medos..




Sempre que o oiço estremeço
Sempre que não o vejo enlouqueço
No meu pensamento prevejo
Que dificilmente sairá do meu peito

Ele é maravilhoso
Um ser espantoso
Que nunca deixe que alguém
O faça sentir ninguém

Não é fácil amar
Não é fácil com a vida lidar
Mas sem medo o destino enfrentar
É a vida viver e desfrutar…


03 de Abril de 2015
In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quarta-feira, 1 de abril de 2015

Saudade...



Todo o dia penso em ti
Segundo a segundo
Minuto a minuto
Ainda te sinto dentro de mim
Vejo as horas a passar
Sem no final te ver chegar
Sinto vontade de estar ai
Ou simplesmente de te ter aqui
De tanto te querer
Fica esta vontade de te ter
De tanto te desejar
Fica esta saudade no ar
Saudade de cada instante
De te ver chegar de rompante
Nesse teu porte elegante
Nesse teu jeito marcante
Esta saudade só vai passar
Quando te voltar a abraçar
A felicidade só vai chegar
Quando de novo te puder amar…

31 de Março de 2015
In ”Alma Gémea”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Muita Luz...



Muita Luz... !!! heart emoticon

Para mim, para todos os que amo, para todos os que me amam, gostam de mim e me querem bem...
Acima de tudo muita Luz para quem não gosta ou me deseja mal, porque eu só lhes desejo o bem...
Felizmente para mim, tudo o que vem por mal não me afecta, não me perturba e só me torna mais forte.
É por isso que me amo tanto e tenho tanto orgulho na pessoa que sou. Imperfeita mas autêntica...
Trabalho-me todos os dias para ser a cada dia um Ser melhor, porque não são os erros que cometo ou já cometi que me definem, mas cada lição que aprendi com cada um deles.
É por isso que sou tão feliz comigo mesma e com os que querem ser felizes comigo.
Não prescindo nunca, de só alimentar em mim pensamentos positivos e muita paz de espírito.
Não prescindo nunca de só praticar o bem e ter como religião o Amor.
Só faço o que amo...
Só faço o que quero...
Certo ou errado são as minhas escolhas e não dou explicações a ninguém sobre nenhuma delas, nem dou a mínima importância a opiniões alheias.
Sou um ser livre, de alma completa e coração preenchido e isso faz com que eu seja muito feliz, mesmo no meio de qualquer caos, debaixo de qualquer tempestade, porque vivo cada momento com muita intensidade...
Aprendi a aceitar o mau que a vida me traz, da mesma forma como aceito o bom e isso faz com que a minha energia não seja afectada e a tristeza nunca me invada.
Aprendi a aceitar cada perda como algo natural, que faz parte do meu processo de evolução e crescimento.
Choro quando tenho que chorar até a dor limpar e depois sigo em frente sempre com a mesma força que me caracteriza...
Luto pelos meus sonhos, por quem amo e por quem procura a minha ajuda, sempre com muito amor no coração, muito carinho para dar , sem esperar nada em troca.
Mas se tenho a coragem de viver para fazer bem aos outros, também tenho a sabedoria suficiente quando preciso de lidar com a ingratidão e jamais deixo que me magoem o coração, ou que destruam a minha emoção, pois só assim consigo viver a vida sempre com a mesma paixão.
E para tudo isto pratico todos os dias o perdão e sei que nesta vida tudo tem uma solução.
Quem gosta de mim assim gosta, quem não gosta tenho pena.
Amo ser quem sou e por nada deste mundo me trocaria por outro alguém.
Acima de tudo banho-me todos os dias na Energia Universal que o Universo me envia e acredito que tudo tem a sua hora, o seu tempo e um propósito nesta vida...
Por isso acredito que tudo o que vem é por uma razão, tudo o que nos é retirado não é por acaso e sei esperar com muita paciência e muita tolerância, sem me preocupar com nada, pelo que a vida e o Universo ainda tem para me dar...
Muita Luz...

31 de Março de 2015
(in) De Dentro Para Fora
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Guerreira...



Com o teu amor sou ainda mais guerreira, muito mais forte, porque sei que quando precisar, vais estar sempre para me proteger e que nada nesta vida tu farás propositado para me fazer sofrer.

Contigo quero somar alegrias, subtrair tristezas, dividir sonhos e realizar um pouco de tudo o que juntos, ainda nos resta fazer.
Sei que me amas verdadeiramente, que pensas em mim todos os dias da tua vida, que quando estás comigo te motivo a seres quem sempre quiseste ser... Que te sentes vivo!
Sei que te amo e que depois de ti não há ninguém que possa ocupar o teu lugar.
Mas acima de tudo sei, que nos amámos desde o primeiro dia e que isto é a única certeza que connosco caminha, que nos faz lutar, sonhar e amar... 

In ”Alma Gémea” 
Susana Bastos 
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)