(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Ambos Sabemos...





Eu sei que tu sabes
Tu sabes que eu sei
Só não sabemos como e porquê
Ou será que bem lá no fundo
Ambos sabemos 
Sem querer saber

O que inevitavelmente, sabemos
Tudo para não sofrer
A dor deste querer
Fomos tudo o que um homem 
E uma mulher podem ser
Fomos amantes,  amigos, cúmplices
Confidentes e apaixonados
Sempre sabendo 
Que ambos sabemos 
O que não queremos saber 
Mas que inevitavelmente sabemos