(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 26 de abril de 2011

O meu bloquinho amarelo...




O meu bloquinho amarelo
Tem as páginas todas cheias
Pelas teias desta paixão
Que não foi mais que uma ilusão
Uma fraqueza do coração

O meu bloquinho amarelo
De espessura fininha
Transformou-me numa rainha
Mas levou consigo 
Tudo o que eu tinha


Mas o meu bloquinho amarelo
Por obra do destino 
Encontrou outro caminho 
Construiu outro ninho 
Depois de muito chorar e beber vinho

Sem comentários:

Enviar um comentário