(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

domingo, 24 de julho de 2011

Silêncio...




Como tudo aqui é silêncio
É no Silêncio deste meu olhar que te guardo 
É no silêncio destas palavras que choro por ti
É no silêncio deste coração que tenho saudades tuas
É no silêncio que digo que te amo
Pois só no silêncio posso ser quem sou
Porque todo tu também és silêncio em mim

Quando me Abraças...





Há momentos que não se explicam
Mesmo os que se complicam
Quanto mais os que se realizam

E no teu coração me certificam
Sou feliz quando te tenho em mim 
Quando me abraças e fazes assim 
Daquele jeitinho suave, sem fim 
Que tem de tudo menos de ruim
Quando estou contigo estou feliz 
Pois és tudo o que sempre quis
Perder-te é um pesadelo infeliz 
Não o permito a nenhum juiz
Quero sentir sempre a motivação 
Da tua essência ser a minha sensação 
Explorares, o meu eu com o coração
Mas também com muita paixão


Sarcasmo...





Há pessoas que nos fazem sofrer gratuitamente
Dá-lhes gozo e prazer

Conseguem pura e simplesmente 
Fazer crer que não nos portámos correctamente
Pessoas para quem o sarcasmo é um lema de vida
Não nos vêem de forma sentida 
Não nos querem de forma sofrida
Como se só quisessem guarida
Cometem erros por brincadeira
Esquecem que nos deixam sentados
 Horas numa cadeira
A chorar e sofrer por uma dor certeira 
E ainda tem coragem de duvidar
 Da nossa palavra verdadeira
Se são nossos amigos ainda pedem perdão 
Se são nosso amor ou paixão
Em vez de pedir compreensão
E encontrarmos a solução
Limitam-se a dizer que errámos num momento de aflição
Tudo para não assumirem
Seus erros e infracção 
Que nos magoou o coração
Dificultam o nosso perdão 
Deixam ainda a sensação, 
De que tudo não passou de uma paranóica ilusão 
Quando acreditámos em amizade ou paixão

terça-feira, 19 de julho de 2011

Silêncio Ensurdecedor...



Neste teu silêncio ensurdecedor 
Ficas tudo menos encantador 
Mostras tudo menos o teu esplendor 
Não te sinto como o meu amor
Há situações de confusão
Que pedem momentos de reflexão
Mas também há os de paixão
Que requerem a nossa acção
Há momentos imprescindíveis
Que funcionam como fusíveis
Que nos fazem ser incríveis
Ou simplesmente terríveis
No amor há o dar e o receber
Todos temos o nosso querer
Esquecemos que o sofrer
É fruto da falta de prazer
Se tivermos a coragem
Para mudar a nossa roupagem
Fizermos do amor nossa dosagem
Mudamos toda a nossa paisagem
Não há nada mais maravilhoso
Que um ser caloroso
Que deixou de ser orgulhoso
Em prol de um amor fabuloso

segunda-feira, 18 de julho de 2011

Especial...





Especial é aquele que é meigo, que sabe conquistar, dividir sorrisos e partilhar emoções.
Especial é aquele que habita o nosso coração, que transforma a noite fria em calor humano.
Especial é quem desperta sentimentos profundos e que faz deles um motivo de felicidade....

Posso pedir-te um favor?







Posso pedir-te um favor?
  Importas-te de sair do meu pensamento
 Eu preciso trabalhar
 Obrigada 

Tenho saudades....




Tenho saudades
Se tenho saudades é porque te quero
Porque se não te tenho e desespero
É porque por ti espero

Consultar o Coração...




Consultar o coração
Pode ser uma tentação
Ou  a nossa perdição
Percebermos que há paixão
Uns tem medo de o fazer

Outros fazem sem querer
Alguns para se satisfazer 
Apenas sentir prazer

Quando somos como um animal selvagem...




Quando somos como um animal selvagem
Que se deslumbra com a paisagem
Sabendo ser só uma miragem
Fascina-se por estar de passagem
Não consegue passar pela vida

Sem a viver de forma sentida 
Nunca a vê esmorecida 
Mas sempre de uma forma vivida
Há os que vivem na solidão 
Os que se escondem na escuridão 
Os animais selvagens vivem com paixão
Sempre de coração
Pela vida vão cavalgando 
Sempre e apenas mostrando 
Que nem sempre estão domando 
Mas quase sempre estão no comando
É com toda a clareza 
Que mostram com toda a certeza 
O quanto neles existe de beleza
Mas acima de tudo a pureza

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Medo de Sofrer...



Medo de sofrer
De um desgosto padecer
De um amor perder
É o medo de todo o ser
Mas justifica sofrer antecipadamente

Viver-se tão renitente
Não se entregar completamente 
Estragando o que se sente?
Há pessoas que passam 
Mas nem todas se entrelaçam
Há as que nos abraçam
As que nos despedaçam
Como pode ser justo
Se a todo o custo 
Para evitar um outro susto 
Pensamos que é só mais um intruso
Pensamos apenas em nos proteger 
Não deixando acontecer outro amanhecer 
Temos medo de saber 
O que é de novo o anoitecer
Muitas vezes nem temos a noção 
Que estamos a deixar ir em vão 
Alguém que nos quer dar o coração 
E  apenas viver uma grande paixão

Fonte de Inspiração




Onde estás a minha fonte de inspiração
Minha imaginação
Vontade de reflexão
Ao encontro da situação
Onde estás a minha vontade de escrever

De me surpreender 
De tudo e de nada a conseguir erguer
E a escrita  ver nascer
Sou um livro aberto 
Quando sinto de perto 
Vontade de escrever o certo 
Conjugado com o incerto
Sinto-me uma carta fechada
Escrevendo apenas fachada 
As palavras estão por ai 
Quem sabe ali ou aqui 
Preciso de as sentir
Para poder existir

Lua Cheia...



Noite de Lua cheia
Noite de quem anseia
Sentir-se uma sereia
Quando amor semeia
Não interessa onde é vista

Mas quem a avista 
Misteriosa como uma  artista
A sereia é prevista
Noite de lua cheia é paixão 
Arrebate-nos o coração
Pode-se viver muita emoção 
Desde que não seja ilusão
O luar traz momentos de prazer 
Que enchem a alma e o ser
Há quem os sinta como lazer
Quando não dão valor por os ter
Há momentos no amar e no olhar 
Que de saudade nos fazem chorar 
Querermos sentir e neles ficar 
Como desejar que possam voltar

Tudo se perdeu.....



Hoje não vivi a minha vida
Sobrevivi à tua ausência
Hoje só queria conversar contigo
 Sentir  tua presença comigo
Mas é com muita paciência
Que espero pela tua carência
Para juntos falar com decência

Foste minha, fui teu

Mas parece que tudo ardeu 
Apesar da oportunidade que a vida nos deu
Foste embora e tudo se perdeu
Mas sei que vais voltar
Para de novo me amar
Sei que contigo vou ficar
Enquanto este amor pairar