(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 28 de outubro de 2014


Rendido...




Não sei mais o que pensar
Não sei mais o que fazer
Não consigo deixar de te amar
Neste silêncio que me faz sofrer

Recordo o teu olhar
Tenho saudades do teu ser
Só te queria voltar a ter
Para matar este querer

És na minha vida pureza
A mulher que sempre quis
És no meu coração certeza
Na alma quem me faz feliz

Desculpa ter-te magoado
Desculpa nada te dizer
E de repente te ter deixado
Sem saber o que fazer

Um dia vou voltar
Mas posso já te ter perdido
Até lá vou sempre ficar
A ti completamente rendido

Susana Bastos 
28 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 27 de outubro de 2014


Amor Pleno...



Quem ama de forma incondicional não espera nada em troca porque dá livremente, independentemente do que recebe de volta. 
Sente um amor altruísta, generoso e infinito.
Ama sem ter razões ou um qualquer pré-requisito.
É paciente, bondoso, sem rancores ou mágoas e não maltrata.
É um amor que tudo crê, tudo suporta e tudo espera.
É um amor pleno, completo e absoluto que não impõe condições ou quaisquer limites para amar, ao contrário do amor condicional que é finito e requer sempre algum tipo de troca. Este tipo de amor é dado com base em determinadas condições satisfeitas pelo outro, quer se tenha consciência disso ou não. Dá-se para receber, num egoísmo alimentado pelo ego carente, que faz o ser padecer sem querer.
Ame incondicionalmente todos os seres e deixe que o amor prevaleça em primeiro lugar na sua vida. Só o amor elimina o ódio que tanto sofrimento traz.
Ame incondicionalmente.
Sinta o poder do Amor Pleno…

Susana Bastos
27 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

SINTONIA...


SINTONIA..
Entrámos em sintonia quando as tuas mãos me fizeram vibrar e o teu olhar me despia até toda eu me arrepiar. 
Senti a activação de todas as substâncias químicas possíveis num só corpo. 
A aceleração do coração e uma imensa excitação provocadas pela adrenalina invadiram a minha mente e a minha alma, desejando cada vez mais o teu toque, o teu beijo, o teu corpo. Senti cada detalhe do teu desejo.
Perdi-me no teu corpo enquanto deixei que te perdesses no meu.
Senti que sentias o mesmo que eu, que nos invadia a tão falada química do amor, colmatada pela dopamina que produziu o efeito desejado e esperado de qualquer Ser, o enorme sentimento de felicidade, conseguido no meio de tanta entrega, de tantos sentimentos de verdade. Saímos fora do nosso controle, dominados pelo desejo da paixão, sentido que valia tudo, que nada seria em vão…

Susana Bastos
27 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


QUEM SE AMA DE VERDADE…


QUEM SE AMA DE VERDADE…
Procura possuir equilíbrio emocional, esquecer a opinião alheia, entender os outros e estar sempre bem com a vida. 
Não sente raiva, não guarda rancor ou ressentimentos de nada nem de ninguém, porque tem a noção que só está a fazer mal a sim próprio.
Está sempre disposto a perdoar, a amar e amar-se…
Quem se ama de verdade procura evitar pensar no passado, nas mágoas e nas tristezas, pois sabe que foi só mais uma experiência para poder evoluir e ainda procura tirar proveito de tais acontecimentos, em prol do seu desenvolvimento e crescimento pessoal.
Sabe que nada é por acaso e tudo o que acontece tem um propósito.
Quem se ama de verdade procura sempre a sua força interior e assim possuir coragem, confiança e segurança para recomeçar…

Susana Bastos
27 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


Distância...



Distância...
É a medida da separação de dois pontos
De dois corpos
É ela que nos mostra
A importância do outro na nossa vida
O quanto amamos, queremos e desejamos

Mesmo vulnerável
Mesmo com saudades
O que faz um querer dar-se para o outro
É o amor
Porque nem a distância de dois corpos
Anula o amor de dois corações

Estar longe fisicamente
Mas presente emocionalmente
Mantém a chama acesa
Ao amor traz certeza

Cresce a cada dia
Aquele sentimento de paixão 
Sentido no primeiro dia
Dentro do coração

Distância, nada destrói
Porque a distância mais longa
É aquela que existe 
Entre a cabeça e o coração
Entre a razão e a emoção
E não porque existe uma separação

Apesar da distância
Fazer o amor crescer
É só querer
Porque se decidir desistir
E tentar esquecer
O amor que está a sentir
O coração irá padecer
E viverá a sofrer

É por isso que a distância 
É o maior fascínio do amor…

Susana Bastos 
8 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

domingo, 5 de outubro de 2014


O Tempo do Universo...





O Tempo do Universo tarda
Nada acontece no nosso tempo
Mas sim no tempo dele
Porque o tempo do Universo
Não é igual ao nosso tempo
Nem o nosso tempo
É igual ao tempo dele…



Susana Bastos
( Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)Mas não falha…!

Susana Bastos
4 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

O Universo tarda...


Neste milagre que se chama vida, que é para ser sentida e todos os dias bem vivida, o Universo , dá tempo à noite, dá tempo ao dia , para que possa viver com alegria, tudo o que sempre sonhou, tudo o que sempre desejou.
O Universo não dá do seu tempo, para se viver na agonia, para se trazer o tempo que já passou, dia após dia, arrastado na mente, porque simplesmente, se tem medo, de voltar a sofrer e amor não receber, achando até mesmo não o merecer.
Mas nunca se esqueça!
O Tempo do Universo tarda.
Mas não falha…!

Susana Bastos

 (Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Se viver de coração...



Nada na nossa vida
Acontece por acaso
Tudo acontece no tempo certo
Com o devido propósito
De que quem cai 
E do seu caminho sai 
Ao seu caminho poderá voltar
Para mais se valorizar
Para mais se amar
Para poder cada vez mais ver 
Que depois de todo o sofrer
Florescerá o seu querer
Se viver de coração
Se praticar o perdão
Numa imensidão de paixão

Susana Bastos
4 de Outubro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)