(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Vale a pena... HH


  


Apesar de termos caminhos diferentes prometemos encontrar-nos no final e isso é fundamental para manter a chama que dentro de nós reclama, a chegada desse dia.
Vale a pena viver todos os ferimentos que isso pode acarretar.
Vale a pena viver, acreditar e amar.
Vale a pena amar, quando encontramos a pessoa que nos faz acreditar nisso todos os dias e que mesmo ausente tem sempre um jeito de se fazer presente, de nos fazer saber que estamos presente na sua mente e em todo o amor que sente.
Porque nós acreditamos no amor até que a morte nos separe, depois de a vida nos juntar e isso é o que nos continua a alimentar.
Naquele dia a vida virou-nos do avesso e percebemos que o avesso é o lado certo onde queremos estar, mesmo que por agora do avesso não possamos ficar.
A tua ausência faz silêncio em todo o meu mundo e o meu silêncio faz muito barulho no teu.
Mesmo assim sabemos que até o silêncio entre nós é uma constante mensagem.

In ”Alma Gémea”
19 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


sexta-feira, 16 de janeiro de 2015

Inteira de Ti... HH


Adoro perder a noção do tempo quando estou contigo ou simplesmente estar aqui a pensar em ti, a sentir-te dentro de mim.
Mas o que mais amo, é o tempo que perdeste comigo enquanto comigo estavas e o tempo que sei que um dia, tu irás perder assim que comigo voltares a estar.
Sabes do que falo, não sabes?
Aquele tempo cheio de qualidade que só tu sabes ter, quando comigo perdes a noção do tempo.
Amar-te é metade daquilo que me faz viver, ser amada por ti é a outra metade e esta é a única verdade. Porque foste tu que deste sentido à palavra amor, que não passava disso, uma simples palavra. Palavra que anda na boca de tanta gente, que não dá valor ao que sente ou nem nunca chega a sentir.
Tocaste a minha alma e nem pediste licença. Deixei-te logo entrar, porque senti que era diferente esta tua presença.
Sabes como me senti…?
Inteira de ti.
Os nossos corpos encaixaram-se na perfeição, as nossas almas fundiram-se numa só, a paixão preencheu cada coração com tanta emoção que a nos rendemos ao amor e não tardámos a entender que éramos o querer um do outro.
Contigo tenho a certeza que sou aquilo que sempre quis ser e que tenho o que sempre quis ter.
Susana Bastos
In ”Alma Gémea”
15 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quinta-feira, 15 de janeiro de 2015


Se te sou fiel? HH


Ainda me lembro quando disseste: - Achas possível estar tanto tempo sozinha sem mim e sem ter ninguém? Não tenho o direito de te pedir isso, pois tens o direito de ser feliz.
Ainda me lembro que respondi: - Claro que é possível…!
Hoje ao fim de tanto tempo posso repetir: - Claro que é possível viver sozinha quando não te tenho aqui comigo.
Porque haveria de não ser possível?
Se é a ti que amo, se é contigo que quero partilhar todos os meus melhores e piores momentos.
Se é contigo que quero dividir a felicidade que sinto por ser única dentro do teu coração.
Se te sou fiel…?
Sou. Claro que sou.
Sou fiel porque sou feliz assim, a amar-te do início ao fim de cada dia. Acordar e adormecer contigo no pensamento, levar-te comigo para onde vou, sonhar que fazemos amor, faz do meu dia e da minha noite, dias felizes e cheios de sentido.
Sou fiel porque te amo e se te amo não é sacrifício nenhum ser fiel, é para mim um prazer como tudo o que sinto quando estou contigo.
Amar-te nunca foi, é ou será algum dia uma perda de tempo.

Susana Bastos
In ”Alma Gémea”
14 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Volta princesa!


A razão diz-me que acabou, mas a emoção diz-me que não.
Ainda existe um forte elo entre nós dois e tentar esquecer-te vai ser em vão. 
Tu és perfeita, és o meu anjo e eu não encontro um jeito para de te fazer lembrar quantas e quantas vezes tu me disseste que eu era tudo para ti. 
Errei, eu sei… 
Mas se eu gosto e tu gostas porquê complicar?
Porque não pões esse teu orgulho de lado e agora que estou aqui, não voltas para mim?
Eu amo-te princesa!
É o calor do teu corpo que incendeia o meu.
É no teu olhar que se prende o meu.
É no teu mundo que eu quero ser tudo.
É o teu beijo meu maior desejo.
Eu sei que quem não sabe cuidar não merece ter, e que tua razão supera a tua emoção, mas perdoa-me coração e vem viver esta nossa paixão.
Hoje eu estou mais enamorado que nunca, hoje eu sei que és única.
Não prometo que vai ser fácil, mas prometo que vai valer a pena.
Desta vez vai valer a pena e eu não volto a deixar-me dominar pelo medo, pela falta de coragem, muito menos corro o risco de te voltar a perder.
Quero que me enrosques no teu abraço, que sussurres de novo amo-te ao meu ouvido.
Quero que voltes a ser o meu anjo porque esta saudade de ti não tem fim.
Volta princesa!

Susana Bastos
In ” Desesperado”
14 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 13 de janeiro de 2015

Nem o tempo o apaga... HH


Saudade é o que sinto…
Quero estar contigo a cada amanhecer.
Tu és o primeiro pensamento do meu dia e o pensamento que acompanha cada passo meu, segundo a segundo, minuto a minuto, hora a hora ao longo de cada dia que passo sem ti.
A distância só provoca a força do nosso amor e a saudade o mantém vivo.
Tu és o meu prazer de viver...
És o prazer de dar prazer, mas também és o meu sofrer por não te poder ter aqui junto a mim, apesar de considerar justa toda a forma de amar.
Esta fé e esperança que há em mim, são tão grandes que tomam conta de tudo o que tiver que ser, então eu não tenho medo de nada.
Até porque o nosso silêncio faz muito barulho e provocar-te é o meu instinto mais louco, a enlouquecer a saudade de prazer.
Contigo e por ti cometo qualquer loucura, porque contigo sinto-me segura.
Quero enroscar-me nos teus braços, sentir o teu abraço.
Quero sentir o calor do teu amor a aquecer o meu, porque o amor é a força mais subtil do mundo e tu no meu mundo és tudo.
O nosso amor é verdadeiro e nada o vai destruir. Nem o tempo o apaga, nem a distância o enfraquece. Pelo contrário a distância e o tempo só o eternizam…


Susana Bastos
In ”Alma Gémea”
12 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015


Faz acontecer que eu faço valer a pena...HH



Foste o livro mais viciante que li até hoje!
Tão intenso de tão apetecível.
Tão misterioso de tão sensível.
Um livro cheio de acção, emoção, carregado de paixão.
Permaneces no meu coração dia e noite, noite e dia, porque só tu o fazes transbordar de alegria. 
Permaneço no teu pensamento sempre que pensas – é ela que sempre quis para ser feliz, porque nunca amei ninguém assim…! E sofres no teu silêncio a dor da alma, o desejo do coração, mas continuas a agir apenas com a razão, com medo de enfrentar a única solução.
E eu…?
Eu entendo, respeito e confio, porque sei que nossa hora vai chegar.
Mas nunca te esqueças que nossas almas se encontraram na hora certa e quando isso acontece não há limites a não ser os da nossa mente, que insistem em contrariar o que a gente sente.
És imprescindível em mim e impossível de esquecer.
Sou parte de ti e de todo o teu querer.
És metade de mim, sou metade de ti e o nosso amor jamais terá um fim.
És único e vais continuar sendo, porque tudo o que é bom dura o tempo necessário para ser inesquecível.
Eu passo quieta por ti, tu passas em silêncio por mim, e mesmo assim a gente escuta o barulho que a gente faz...
Podia até cortar o mal pela raiz, mas tudo faço para te ver feliz, até mesmo prescindir do que sempre quis, como deste amor que me arranha por fora e me preenche por dentro, durante o tempo que precisares para outros laços cortares.
Até lá nosso amor é para ser comemorado todos os dias, é para ser alimentado todos os dias, porque eu gosto de ser assim, exclusivamente tua.
Onde quer que eu vá estás em tudo, por isso não preciso de te tocar para te ter no meu mundo, apenas preciso de te amar, de saber que me amas.
Demorei muito para te encontrar, por isso agora eu só te quero a ti.
Sai do meu pensamento e vem para cá.
Faz acontecer que eu faço valer a pena.
Deixa que eu te faça feliz…!


Susana Bastos
In ”Almas Gémeas”
12 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


É necessário saber renascer interiormente. 

É preciso encontrar a paz interior e viver uma vida cheia de harmonia.
Este deve ser o objectivo de qualquer pessoa que quer ser feliz no tempo que dura esta sua passagem por esta vida e para isso é preciso caminhar no sentido da iluminação e encontrar dentro de cada um de nós a verdade, a força, o perdão e o amor.
A felicidade é um acto de altruísmo do tamanho do Universo, um encontro com o Universo…

Susana Bastos
12 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)


Promessa... HH


Amo-te demais e dai?
Luto por ti e então?
Tenho saudades tuas e depois?
Espero por ti, há algum problema?
Claro que não, eu sei!
Enquanto eu existir,
Não vou de ti desistir…

Susana Bastos
12 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Acordar feliz...



Não vale a pena desesperar
Ao ver o horizonte tão longe
Quando te sinto tão perto
Só de contigo sonhar.
Todos os dias acordo
E limpo o pó do nosso amor
Aquele deixado pela dor
De te ver partir
Inchado de tanto chorar
De tanto me amar...
Este amor que nos une
Que a distância não destrói
E que o tempo constrói
Num silêncio profundo
É um amor
Maior que o próprio mundo...
Por isso continuo a sonhar
Porque sonhar contigo
É acordar feliz
E já que da minha vida
Sou a maior espectadora
Sou a minha mentora
A única que a vive de forma sentida
Faço-a feliz
Já que ser feliz é o que sempre quis
Faço-a valer a pena
Acordada ou a sonhar
O importante é continuar a amar...

Susana Bastos
29 de Dezembro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)