(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sábado, 28 de maio de 2011

Não tropeçar...




A mente se tenta concentrar
Uma razão encontrar
Por não conseguir tropeçar
Apenas saber esperar
É uma incerteza incerta

Quando a saudade aperta
A emoção desperta
E o coração acerta
Não conseguir tropeçar 
Mais ninguém abraçar 
Não é só por de ti gostar 
Mas por te respeitar
Carinho te querer dar
No colo te querer mimar
Contigo conversar
Numa noite ao luar
Quem sabe até te beijar, 
Sentir o teu olhar 
Poder te amar
E a nossa paixão partilhar
E no fim juntos ficar

Sem comentários:

Enviar um comentário