(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sábado, 28 de maio de 2011

Minha bela musa...



Quando a minha bela musa encontrei
Me apaixonei
A ela me dediquei
Mas hoje sei que errei
A minha sensibilidade

Lhe tocou com habilidade
No seu eu equilibrado 
Para o que foi treinado
Tornou-se um ser assustado 
Mais parecia um tornado 
Fugindo do seu passado 
Com medo de ser torturado
A minha bela musa é um ser 
Que tem o seu querer,
O seu modo de entender 
Mesmo que isso a faça sofrer

Sem comentários:

Enviar um comentário