(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 13 de maio de 2011

Tempo...




Tempo
Falta de tempo, tempo a mais
Tempo longo, tempo curto
Tempo quente, tempo frio
Todos os que pensam ter tempo
Nem sempre tempo lhes resta
Tempo é saber, crescer e perceber
Tempo é felicidade e infelicidade
É alegria ou tristeza
Melancolia ou euforia
Tempo é desperdício
Muitas vezes suplício
Mas sempre que é percebido
É encarado como sentido
Tempo para amar, tempo para odiar
Cada um dá ao seu tempo
O tempo que pensa precisar
Mas a verdade é que o tempo
Nem sempre tem tempo
Para que lhe possam dar
O tempo que o tempo precisa
Tempo é a miragem
Que muitos precisam para mudar a paisagem
Ou tentar fazer a passagem
De uma ou outra viagem
Para ter tempo há que ter coragem
De entender que no tempo
Quando nos queremos afastar
Ele fortalece para voltar
Tempo é viver
Tempo não é morrer
Ver o tempo passar é querer
Ou tentar apenas não ter
A noção que o tempo tem
Pois nem sempre o tempo é solução
Muitos menos na amizade ou na paixão
Pode fortalecer ou acabar com uma relação

Sem comentários:

Enviar um comentário