(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 9 de maio de 2014

Há quem prefira...

Foto: Há quem prefira
Por medo ou por ilusão
Viver uma vida de mentira
Acomodando-se à situação
Há quem prefira 
Por já não amar
Trair e continuar a trair
Em vez de sair
E a situação abandonar
Apetece-lhes fugir
Mas resolvem não desistir
Decidem continuar
Por tudo, menos por amar
Escolhem a infelicidade
Em vez de uma vida de verdade
Por preconceitos e crenças
Incutidas pela sociedade
Porque não há-de um SER poder
Ter o que sempre quis
Dar asas ao seu querer
Para poder ser feliz
De que lhe vale o conflito
Viver de grito em grito
De que vale o devagar da destruição
Só para manter uma relação
Quando no silêncio da desilusão
Se sonha com uma nova paixão
De que vale viver de engano
Se o Universo é soberano
Com o tempo irá limpar
E com as fachadas acabar

Susana Bastos 
9 de Maio de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Há quem prefira
Por medo ou por ilusão
Viver uma vida de mentira
Acomodando-se à situação
Há quem prefira 
Por já não amar
Trair e continuar a trair
Em vez de sair
E a situação abandonar
Apetece-lhes fugir
Mas resolvem não desistir
Decidem continuar
Por tudo, menos por amar
Escolhem a infelicidade
Em vez de uma vida de verdade
Por preconceitos e crenças
Incutidas pela sociedade
Porque não há-de um SER poder
Ter o que sempre quis
Dar asas ao seu querer
Para poder ser feliz
De que lhe vale o conflito
Viver de grito em grito
De que vale o devagar da destruição
Só para manter uma relação
Quando no silêncio da desilusão
Se sonha com uma nova paixão
De que vale viver de engano
Se o Universo é soberano
Com o tempo irá limpar
E com as fachadas acabar

Susana Bastos
9 de Maio de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário