(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Manter o amor...




Acho que nunca soubeste o que gosto de ti, ou até mesmo como me senti
Por saber que não acreditas em mim, quando tudo o que fiz foi por ti
Posso até te ter magoado sem intenção, por uma ou outra hesitação 

Não querer desabafar alguma situação,  isso fez-te doer o coração
Mas não era com toda a certeza uma razão 
Para dares uso a tua imaginação, veres em tudo maldade e confusão 
Sem ouvires a minha razão ou saber a explicação 
Quando se ama o importante é querer, 
Tentar sempre saber, o que levou o outro a fazer
Algo que não estamos no momento a entender
Quando o amor é verdadeiro pode ter momentos em que é certeiro 
Mas tem uns em que é matreiro, que nos pode levar ao desespero
O segredo está na essência, 
No carinho nos momentos de carência 
Em todo tempo de permanência, quando ambos agiram com decência
É nestes momentos que devemos pensar
Quando algo no amor nos revoltar, o outro saber ouvir e perdoar 
Pois com certeza ele só nos quer amar
Onde ficam os bons momentos vividos 
Os sentimentos verdadeiros e sentidos 
Se deixarmos os insultos proferidos, nos roubar o ouvir e ser ouvidos
Nos momentos difíceis e de sofrimento
De duvida e desencantamento 
Devemos pensar com mais discernimento, em todo nosso relacionamento
Há sempre uma solução 
Uma pequena ou grande explicação 
Que nos relaxa e acalma o coração 
E nos ajuda a manter a paixão

Sem comentários:

Enviar um comentário