(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Enroscado em mim...





Hoje deveria estar ai
Mas simplesmente fiquei por aqui
Desejava estar assim
Contigo no colo enroscado em mim

Momentos alucinantes

Como tínhamos antes
Hoje parecem errantes 
Diria mesmo distantes

Quando era da nossa vontade 
Bem os sentíamos de verdade
Com imensa serenidade 
Eu diria com muita saudade

Tua frase de chegada 
Era sempre muito mimada 
Era sempre retomada 
Respondida de forma apressada

No elevador subia 
Pois simplesmente sabia 
O desejo que sentia 
E o que por ti faria

Teus olhos brilhavam quando me viam
Tuas mãos sabiam o que faziam 
Nossas bocas sorriam 
Enquanto os corpos se contorciam

Tudo encaixava na perfeição 
Tudo era vivido com muita emoção
No prazer da intenção 
De viver uma grande paixão



Sem comentários:

Enviar um comentário