(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 10 de abril de 2015

O simples é o essencial...!


Como pode um homem normal, se tornar tão especial, por transformar uma simples noite numa noite fenomenal, com um simples gesto...
O que importa os presentes caros? 
O simples é o essencial...!

_________________________________________________________

Gostei de te ouvir…
Apesar de ser só para saberes onde eu estava, se estava bem e para dizer que não demoravas, gostei muito de te ouvir. Alias gosto sempre.
Gosto quando és atencioso.
Desliguei e continuei ali, sentada à tua espera, no aconchego da sala aquecida da estação, enquanto devorava a Internet livre de um qualquer estabelecimento local e tu trabalhavas por mais hora e meia.
Parecia ser uma espera longa, mas para quem já tinha andado a vaguear pelas ruas frias da cidade três horas sem parar, mais hora e meia não era nada, para ir jantar contigo e com os teus colegas, em vez de te esperar em casa. Já para não falar na possibilidade de talvez ainda irmos dançar.
Hummm… Achei um bom programa para desanuviar e nos divertirmos um pouco. Gosto de dançar contigo mas fico sempre nervosa e sem jeito, com medo de falhar e não te conseguir acompanhar nesse passo coordenado e habilidoso.
De repente, breves minutos depois de ter desligado o telefone, senti e vi pelo raio de visão periférica que me era permitido de cabeça baixa, enquanto olhava as novidades das redes sociais, um vulto a vir na minha direcção e abordar-me.
Fiquei completamente á toa, pois a mim ninguém ali me conhecia.
Ouvi uma voz dizer: - Vamos jantar!
Levantei o olhar incrédula, por te ver chegar assim de rompante, no teu porte elegante e espectacularmente vestido a rigor, quando apenas te esperava hora e meia depois e com a mesma roupa com que tinhas saído de manhã para trabalhar.
Parecias saído de um qualquer filme de sonho, superas-te qualquer expectativa que pudesse ter sobre ti em relação a mim.
Pensava que só íamos a um jantar de colegas. Mas não…!
Tiraste-me de casa, fizeste-me vir de transportes à cidade ter contigo, para poderes com calma, sem eu desconfiar lá voltar, embelezar-te e surpreender-me num jantar a dois, num sítio lindo, com um menu sensacional.
Naquele momento tremi de alto-a-baixo e sem palavras para descrever o que estava a sentir, olhei-te nos olhos e percebi o quanto és especial…
Tenho que reconhecer, que me conseguiste surpreender como ninguém e que me fizeste sentir especial também.
Mais fascinada fiquei no decorrer da noite, quando nos teus braços me senti a flutuar e finalmente contigo estava a dançar.
E ainda mais, quando cantaste e me encantaste de sorriso nos lábios e emoção no coração.
Para completar a noite, ao deitar, já no aconchego das mantas, senti o teu toque pelo meu corpo passar e deixei-me mais uma vez flutuar num daqueles momentos para amar.
Transformaste uma simples noite, numa noite fenomenal…
Fizeste-me sentir mulher num momento totalmente divinal…
Há momentos que não se procuram, acontecem.
Há pessoas que não se encontram, são colocadas no nosso caminho para nos mostrarem que a vida é bela, que vale a pena.
É por momentos como os que passei contigo, que vale a pena nunca desistir de ser feliz, mesmo que seja só por breves instantes da vida…
Instantes da vida que se eternizam…
Momentos de sonho que se realizam...

___________________________________________________________

07 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário