(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 21 de setembro de 2015

Amo-te sem querer..



Amo-te sem saberes
Acaricio-te sem quereres
Entrego-me a ti
Em cada instante que percebo
Que ainda não te esqueci
Nesta solidão
Onde mora a paixão
Vive a minha dor
Ao sabor deste amor
Vejo e revejo cada foto tua
Leio e releio cada palavra escrita
Cada frase bonita
Cheia de emoção sentida
Troco a noite pelo dia
Para a lua me fazer companhia
Entre o crepúsculo e alvorada
Ainda me sinto por ti amada
E no silêncio posso chorar
As saudades de te tocar
Amo-te sem querer
Amo-te sem saber
Como vou fazer
Para te esquecer...

Susana Bastos
Julho  2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário