(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quarta-feira, 14 de setembro de 2016

Pensar agora, o quanto eu te amei…





Pensar agora, o quanto eu te amei, como nunca ninguém te amou. O quanto eu te desejei, como nunca ninguém te desejou.
Tanta loucura naquela altura, eu pensei.
Tanta lágrima, eu deitei por não te querer perder, quando te vi de repente da minha vida desaparecer.
Mas agora sei que foi o melhor para mim, pois não mereceste todo o amor que te dei, todo o tempo que por ti esperei.
Quem ama não se ausenta, não escolhe estar longe.
Quem ama quer mostrar, ficar, voltar, sem nunca se silenciar.
Porque quem ama pensa no existir, no sentir do outro, no seu sofrer.
Pensa no que o outro está a querer e deseja voltar para ficar, para amar, para todos os planos a dois conquistar, partilhar sem hesitar.
Pensar agora, o quanto eu te amei…

Susana Bastos

(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário