(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 30 de julho de 2013

Entre Duas Luas...

Foto: Vaguear sozinha pelas ruas, 
Cheia de saudades tuas, 
Entre duas luas, 
Que chegam a ser nuas e cruas.
Não saber o nosso destino, 
Sentir-te um bailarino, 
Do nosso amor assassino, 
Com isso me arruino.
Vives em outro mundo, 
Às vezes um pouco imundo,
Mas sei que lá no fundo, 
Não és nenhum vagabundo.
Vives nos meus sentimentos.
Muitas vezes nos meus tormentos, 
Por todos aqueles momentos, 
Que ainda estão muito presentes…

Por: Susana Bastos 
30 de Julho de 2013



Vaguear sozinha pelas ruas
Cheia de saudades tuas
Entre duas luas
Nuas e cruas

Não saber o nosso destino
Sentir-te um bailarino
Do nosso amor assassino
Com isso me arruíno

Vives em outro mundo
Às vezes um pouco imundo
Mas sei que lá no fundo
Não és nenhum vagabundo

Vives nos meus sentimentos
Muitas vezes nos meus tormentos
Por todos aqueles momentos

Que ainda estão muito presentes

Sem comentários:

Enviar um comentário