(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Depois de ti...



Já se foi a lua, estou apenas eu aqui toda nua, com o vidro entre mim e a rua, sem saber se me visto ou me volto a deitar, sem saber se durmo, se vou trabalhar.
Hesito sem saber o que fazer e neste hesitar, decido que me vou deitar para contigo poder sonhar.
Enquanto lá fora a chuva cai, eu vou ficar aqui a sonhar, a pensar no teu existir, no nosso sentir.
Não quero parar de pensar, nem quero deste nosso sonho acordar, muito menos quero para a rua voltar.
Olho pela janela e ainda sinto o teu cheiro, o teu jeito de me tocar, o teu olhar, o teu beijo cheio de desejo como no primeiro dia. Ainda te sinto dentro de mim, com tudo o que há em ti.
Antes de ti, já só duvidava do amor, daquela paixão que cresce a cada dia, que nos deixa o coração a transbordar de alegria.
Mas depois de ti...
Ai…! Depois de ti, todo o meu corpo estremece e sorri, desejando cada dia mais de nós, na certeza que os que nos une é muito maior do que nos separa, na certeza de que nosso amor é beleza cheia de pureza.
Preenches-me... Transbordas-me....
Fazes-me falta quando não estás aqui, quando te vejo ir com tanta vontade de ficar, com tanto desejo de me amar.
Por isso decidi ficar aqui mesmo acordada, quero continuar a pensar, como era bom ainda te ter aqui ao meu lado, com esse teu jeito safado completamente em mim enroscado, para me fazeres sonhar acordada, para me fazeres sentir mulher, como fazes sempre que comigo estás, na certeza que te amo, de que por ti sou amada. Na certeza de que te quero, porque contigo sou feliz, porque és tudo o que sempre esperei, és tudo o que sempre quis.
Depois de ti, o meu coração não quer outro alguém, a minha alma não reconhece ninguém que pudesse ficar, nem aquém de ti dentro de mim...
Depois de ti não há nada mais...

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário