(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 26 de janeiro de 2016

Como eu te entendo...



Como eu te entendo, e quando não te entendo eu te respeito porque te amo. 
Sempre te fui fiel, simplesmente porque te amo. 
Aliás nem foi a ti que fui fiel, mas sim ao que sinto por ti. 
Este sentimento forte que invade a minh'alma sem pedir licença , que preenche o meu coração cheio desta imensa paixão , que penetra o meu corpo com um simples beijo e me deixa no desejo da saudade. Este sentimento que na verdade não me deixa ter outro alguém, muito menos ser de mais ninguém...
Amo-te quando te tenho, tal como te amo quando nao te posso ter. O que importa à minh'alma é sentir o teu querer, dentro desse teu ser. O que importa ao meu coração é sentir no teu beijo tamanha emoção. O que importa ao meu corpo é o arrepio que o teu toque provoca quando o sufoca de amor. E mesmo nos momentos de dor trazidos pela saudade, eu sei que me amas de verdade e que jamais é em vão, tudo o que é trazido por esta nossa paixão...
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário