(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Não tenho mais tempo...


Não tenho mais tempo para esperar no tempo pelo tempo que precisas para teres tempo para estar comigo.
Abdiquei do meu tempo para dar tempo ao teu tempo de ter tempo de chegar até mim.
Mas agora o meu tempo esgotou o seu próprio tempo e precisa de tempo para se refazer de não teres chegado a tempo de termos o nosso tempo.
E é neste mesmo tempo, que o meu tempo nunca vai esquecer todo o tempo que passou com o teu tempo.
Foste o tempo mais lindo que alguma vez o meu tempo já teve.
És o tempo que jamais passará com o tempo e que na memória do meu tempo perdurará para sempre no tempo, apesar de saber que não tiveste tempo.
Quem sabe com o passar do tempo o teu tempo terá tempo para se juntar ao meu tempo e finalmente o nosso tempo acontecer…

Susana Bastos
Setembro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário