(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Carta Aberta ao meu Amor...





Quero que o nosso amor se renove a cada dia com mais alegria.
Quero todos os dias, repetir o amor que a gente fez da primeira vez, mais e mais uma vez. 
Quero que cada amanhecer traga mais querer às nossas certezas, ao nosso amor.
Quero perder-me no teu olhar, sentir o teu beijo cheio de desejo, o teu corpo suado e esbelto enroscado no meu, sabendo que o meu é só teu, que o teu é só meu.
Quero dar as mãos e ir… Ir a todos os sítios por onde passámos, onde fomos e somos felizes.
Quero ir ao campo e ficar debaixo da nossa árvore a recordar, amar e conversar.
Quero ir ao “nosso sítio” sempre e nunca deixar que se perca a beleza daquele lugar, nem as promessas e certezas, de que era um com o outro que queríamos ficar. E simplesmente ficar ali num simples gesto de abraçar e aquele lugar contemplar.
Quero todos os anos naquele dia, poder voltar à montanha e ver o sol nascer naquele nosso outro lugar mágico, naquele lugar abençoado, que no seu silêncio nos acolheu e onde o nosso amor cresceu. Ficar lá no alto, sem qualquer sobressalto, onde o mundo pára e cada momento tem uma beleza rara.
Quero ir à praia passear contigo e ficar horas e horas enroscada nos teus braços a ouvir o som do mar, enquanto nos estamos a amar ao luar.
Quero nunca me perder de ti, como sei que não te queres perder de mim.
Por isso, vamos continuar a partilhar por muitos e muitos anos tantas coisas que ainda temos para viver e descobrir juntos.
Por isso nunca vamos deixar a nossa chama apagar, pois quando uma chama apaga não há mais volta a dar.
Quero manter sempre acesa a chama da nossa paixão, a força do nosso amor, mesmo nos momentos difíceis, nos momentos de dor, o importante é nunca perder a esperança e saber que cada momento, cada lembrança nos pertence, que faz parte de tudo o que a gente sente…
Queres-me para ti, quero-te para mim, vamos então alimentar e viver este nosso amor até ao fim do fim…

Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário