(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Vale a pena... HH


  


Apesar de termos caminhos diferentes prometemos encontrar-nos no final e isso é fundamental para manter a chama que dentro de nós reclama, a chegada desse dia.
Vale a pena viver todos os ferimentos que isso pode acarretar.
Vale a pena viver, acreditar e amar.
Vale a pena amar, quando encontramos a pessoa que nos faz acreditar nisso todos os dias e que mesmo ausente tem sempre um jeito de se fazer presente, de nos fazer saber que estamos presente na sua mente e em todo o amor que sente.
Porque nós acreditamos no amor até que a morte nos separe, depois de a vida nos juntar e isso é o que nos continua a alimentar.
Naquele dia a vida virou-nos do avesso e percebemos que o avesso é o lado certo onde queremos estar, mesmo que por agora do avesso não possamos ficar.
A tua ausência faz silêncio em todo o meu mundo e o meu silêncio faz muito barulho no teu.
Mesmo assim sabemos que até o silêncio entre nós é uma constante mensagem.

In ”Alma Gémea”
19 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário