(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Faz acontecer que eu faço valer a pena...HH



Foste o livro mais viciante que li até hoje!
Tão intenso de tão apetecível.
Tão misterioso de tão sensível.
Um livro cheio de acção, emoção, carregado de paixão.
Permaneces no meu coração dia e noite, noite e dia, porque só tu o fazes transbordar de alegria. 
Permaneço no teu pensamento sempre que pensas – é ela que sempre quis para ser feliz, porque nunca amei ninguém assim…! E sofres no teu silêncio a dor da alma, o desejo do coração, mas continuas a agir apenas com a razão, com medo de enfrentar a única solução.
E eu…?
Eu entendo, respeito e confio, porque sei que nossa hora vai chegar.
Mas nunca te esqueças que nossas almas se encontraram na hora certa e quando isso acontece não há limites a não ser os da nossa mente, que insistem em contrariar o que a gente sente.
És imprescindível em mim e impossível de esquecer.
Sou parte de ti e de todo o teu querer.
És metade de mim, sou metade de ti e o nosso amor jamais terá um fim.
És único e vais continuar sendo, porque tudo o que é bom dura o tempo necessário para ser inesquecível.
Eu passo quieta por ti, tu passas em silêncio por mim, e mesmo assim a gente escuta o barulho que a gente faz...
Podia até cortar o mal pela raiz, mas tudo faço para te ver feliz, até mesmo prescindir do que sempre quis, como deste amor que me arranha por fora e me preenche por dentro, durante o tempo que precisares para outros laços cortares.
Até lá nosso amor é para ser comemorado todos os dias, é para ser alimentado todos os dias, porque eu gosto de ser assim, exclusivamente tua.
Onde quer que eu vá estás em tudo, por isso não preciso de te tocar para te ter no meu mundo, apenas preciso de te amar, de saber que me amas.
Demorei muito para te encontrar, por isso agora eu só te quero a ti.
Sai do meu pensamento e vem para cá.
Faz acontecer que eu faço valer a pena.
Deixa que eu te faça feliz…!


Susana Bastos
In ”Almas Gémeas”
12 de Janeiro de 2015
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário