(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sábado, 22 de novembro de 2014

Carta Fechada...


Abrir uma carta fechada 
Sem rasgar, amarrotar ou magoar
É preciso concentração, paixão e muita precisão
Não é para qualquer ser
Apenas, para quem realmente a quer ler
Há tanta coisa a fazer
Antes de na mão, a conseguir ter
Requer psicologia e ciência
Muita arte e paciência

Estudar o tipo de papel
Como se pintasse a pincel
Aquecer a colagem com vapor
Para não lhe provocar dor
Tocar devagar
Até fazê-la descolar
Na ponta dos dedos 
Descobrir os seus segredos
Focar o olhar
Para nada deixar passar
Ler e reler
Cada palavra marcada
Entender e compreender
Cada mensagem deixada
Cada detalhe descrito
Sem ficar aflito

Abrir uma carta fechada
Sem fazer asneirada
Não é tarefa facilitada
Requer sabedoria
Muita categoria
Alguma sensibilidade
E muita, muita vontade

Susana Bastos 
21 de Novembro de 2014
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário