(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Lua Cheia...



Noite de Lua cheia
Noite de quem anseia
Sentir-se uma sereia
Quando amor semeia
Não interessa onde é vista

Mas quem a avista 
Misteriosa como uma  artista
A sereia é prevista
Noite de lua cheia é paixão 
Arrebate-nos o coração
Pode-se viver muita emoção 
Desde que não seja ilusão
O luar traz momentos de prazer 
Que enchem a alma e o ser
Há quem os sinta como lazer
Quando não dão valor por os ter
Há momentos no amar e no olhar 
Que de saudade nos fazem chorar 
Querermos sentir e neles ficar 
Como desejar que possam voltar

Sem comentários:

Enviar um comentário