(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Fonte de Inspiração




Onde estás a minha fonte de inspiração
Minha imaginação
Vontade de reflexão
Ao encontro da situação
Onde estás a minha vontade de escrever

De me surpreender 
De tudo e de nada a conseguir erguer
E a escrita  ver nascer
Sou um livro aberto 
Quando sinto de perto 
Vontade de escrever o certo 
Conjugado com o incerto
Sinto-me uma carta fechada
Escrevendo apenas fachada 
As palavras estão por ai 
Quem sabe ali ou aqui 
Preciso de as sentir
Para poder existir

Sem comentários:

Enviar um comentário