(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Juntos Meditámos... HH

Foto: Meditação do Sol

Foi desta maneira que encerramos o capítulo, amigos. 
Juntos, meditámos.
Agora sei que naquele preciso momento fomos abençoados. 
O experimentar de muitas sensações, nos trouxe à flor da pele muitas emoções.
O Universo preparava razões para mesmo sem sabermos, nos virmos a amar.
Motivos para juntos, ficarmos.
Cada raio de sol determinava, tudo que eu ansiava, tudo que tu desejavas.
Dessa conjugação, nasceu a nossa junção e fomos unidos pelo coração.
Amámo-nos sem saber como nem porquê.
Momentos intensos de loucura e paixão, 
Que nunca foram uma aventura, 
Mas sim um amor, 
Que até hoje perdura.
Vivemos tanto em tão pouco tempo.
Fomos consumidos pela felicidade de ter encontrado um amor de verdade.
Separado no tempo e no espaço, 
Nosso amor é de aço. 
Ultrapassa qualquer tempestade, 
Sobrevive a qualquer saudade, 
Porque é amor com intensidade, 
Com paciência e sem ansiedade.

Por: Susana Bastos 
25 de Novembro de 2013


Foi desta maneira que encerrámos o capítulo, “amigos” 
Juntos, meditámos
Agora sei que naquele preciso momento fomos abençoados 
O experimentar de muitas sensações
 Trouxe à flor da pele muitas emoções

O Universo preparava razões para mesmo sem sabermos
 Nos virmos a amar
Motivos para juntos, ficar
Cada raio de sol determinava
 Tudo que eu ansiava, tudo que tu desejavas

Dessa conjugação nasceu a nossa junção
 Fomos unidos pelo coração
Amámos sem saber como nem porquê
Momentos intensos de loucura e paixão 
Nunca fomos uma aventura 
Mas sim um amor que até hoje perdura

Vivemos tanto em tão pouco tempo
Fomos consumidos pela felicidade de ter encontrado
 Um amor de verdade
Separado no tempo e no espaço 
Nosso amor é de aço 

Ultrapassa qualquer tempestade
Sobrevive a qualquer saudade 
Porque é amor com intensidade 
Com paciência e sem ansiedade
                                                                              

25 de Novembro de 2013

Sem comentários:

Enviar um comentário