(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Teu "Eu"



Não sei se é por mero prazer
Ou para o teu ego satisfazer
Não sei se é medo de amar
Se necessidade de o amor afastar
Não sei se é medo de sofrer
Ou apenas contrariar o teu querer
Não sei se é falta de acreditar
Ou simplesmente de tudo duvidar
Só sei que muitas vezes
Apenas ages assim
Como se tudo em mim
Fosse indiferente para ti
Contrariando cada instante
Em que me fazes sentir
Que vale a pena não desistir
De no teu coração existir
Contrariando cada momento
Em que dizes estar no teu pensamento
Como gostas de estar no meu
E sempre que me entregas esse teu “Eu”
Não sei se insisto se desisto
Apenas sei que se persisto
É por nesses momentos acreditar
Desses instantes nunca duvidar

_______________________________________________________
20 de Abril de 2015
In ”De Dentro Para Fora” 
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário