(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

sexta-feira, 1 de maio de 2015

Nunca me canso...


Enquanto bebo um chá
Sentada no meu sofá
Tomo uma decisão
Para cada situação
Quando não sei o que pensar
Começo a imaginar
Imagino o que sempre quis
Imagino o que me faz feliz
Nunca me canso
De encontrar o meu equilíbrio
De encontrar o meu descanso
E quando a tristeza me invade
É porque estou a pensar errado
É porque estou a deixar
Algo ou alguém me perturbar
E percebo
Que é hora de mudar
É tempo de me amar...
Enquanto bebo o chá
Sentada no meu sofá
Ignoro tudo
O que de mau ataca
O meu “Eu” mais profundo
Não alimento pensamentos
Que provocam maus sentimentos
E só dou importância
A quem me trata com elegância...

_____________________________________________________

01 de Maio de 2015
In ”De Dentro Para Fora”
Susana Bastos
(Todos os direitos reservados ao abrigo do código de autor)

Sem comentários:

Enviar um comentário